Pular para o conteúdo principal

Viver não dói

Viver não dói!
Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer,
apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, 
que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um 
tempo feliz.
Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos 
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor 
e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos, 
por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, 
e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, 
pela eternidade. Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, 
para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, 
mas por todos os momentos em 
que poderíamos estar confidenciando a ela 
nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós. 
impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida 
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta de que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, 
perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável, O sofrimento é opcional.

Carlos Drummond de Andrade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro: Meu livro da consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia

Esse livro é um dos que uso muito: é pequeno deve ter em torno de 12 cm x 17 cm mas tem 400 páginas. Acho ele otimista sem ser exagerado e traz reflexões que muitas vezes ficam lá guardadas no subconsciente. O título é bem propício pois traz reflexões para que sejam conscientizadas e adequadas para realidade de cada um. 


O autor é Terapeuta e professor universitário. Esse é um livro que pode ser usado em diversos momentos da vida mas nesses momentos de insegurança e descrença mundial é ainda mais útil. Cada folha dele tem data (sem ano) e uma reflexão para o dia. É bom colocar na balança determinados assuntos como: vida profissional, forma de vida cotidiana, pessoas e coisas que não acrescentam etc. Enfim, uma vida mais leve e satisfatória de acordo com as expectativas de cada um.
Livro: Meu livro da Consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia Autor: Tadashi Kadomoto Editora: Gente  Número de páginas: 400 ISBN: 978-85-452-0212-7 Ano da Edição: 2017
Posts Relacion…

Chocolate, Vida saudável e Trabalho!

O chocolate por incrível que pareça tem tudo a ver com uma alimentação saudável e balanceada. Confesso que um chocolate após o almoço com cafezinho me deixa mais alerta para trabalhar durante o resto do dia. Mas o chocolate ao qual me refiro aqui: é o meio amargo e amargo.

Na foto estão os 85% cacau e o, que é melhor ele sacia a vontade de comer chocolate com apenas um quadradinho, pois é bem forte e amargo mesmo!



É só comprar o chocolate 85% cacau e sair comendo ?

Eu escolhi me adaptar aos poucos. fui aumentando o percentual de cacau gradualmente!

Começar com o meio amargo...passar para o 60% cacau...depois 70%... 85% que é amargo mesmo e 99% cacau!

Aqui tem algumas idéias para se adaptar mais fácil com o amargo!

60% cacau é mais fortinho que o meio amargo...e a Hershey's tem algumas opções de sabor...são bem gostosos.


Abaixo duas opções da Hershey's que são ótimas! O primeiro é caramelo salgado:

E o segundo aerado! Como ele é aerado a minha impressão é que deixa o chocolate ma…

Aprendizados que a quarentena me trouxe

Aqui um PDF para impressão com uma lista para reflexão e para ser posta em prática após os acontecimentos. E qual o motivo dessa lista agora? se a quarentena nem terminou ainda? Geralmente, temos mais detalhes do problema no momento em que ele está sendo vivido. Depois do caso passado ele é lembrado mas não mais com a riqueza de detalhes do momento.
O importante é escrever os pontos mais importantes agora no "calor" das emoções. Para depois de passado o problema com a cabeça fria o profissional possa começar a refletir em cima de sua lista e em uma terceira etapa começar a planejar como colocará em prática.
Muitos dos problemas individuais vividos nesse momento nem se quer serão lembrados depois dos fatos terminados. Com essa lista será possível agir para quem sabe em uma próxima crise ser possível viver com mais tranquilidade em relação a vida profissional.
Mas o que vou anotar nessa folha? Tudo que está lhe fazendo falta nesse momento de crise por exemplo: "preciso te…