Pular para o conteúdo principal

Postagens

Livro: O Biquíni made in Brazil

Esse livro é uma pesquisa muito interessante sobre a trajetória ao longo do tempo do biquíni no Brasil. Escrito pela super profissional e jornalista Lilian Pacce que é uma especialista no assunto. Um livro que, sem dúvida, deve ser lido por todos os profissionais que trabalham de alguma forma com biquíni (seja na produção, na venda ou no comércio em geral).

O requinte do livro chama atenção: a capa plastificada, a aba que parece um emborrachado, as imagens internas, as folhas e até a fonte da letra. Tudo de acordo com a qualidade da pesquisa que foi feita. O livro é muito bom e muito bom e merece uma atenção especial para os detalhes na hora da leitura.
Mais um detalhe: é um excelente presente para quem trabalha com biquínis ou simplesmente gosta do mundo da moda como eu.
Livro: O Biquíni made in Brazil  Autor: Lilian Pacce Editora: Arte Ensaio Número de páginas: 344 ISBN: 978-85-60504-82-4 Ano da Edição: 2016
Posts Relacionados:
Livro: O Essencial
Livro: O escafandro e a borboleta
Livr…
Postagens recentes

Servir é o mesmo que colaborar?

Colaborar e servir são situações diferentes.
Servir é trabalhar em favor de alguém ou trabalhar para alguém. O que não tem mal algum desde que ambos estejam de acordo e seja claro que um serve ao outro.
Colaborar com algo é trabalhar com uma ou mais pessoas em prol de algo, cooperar é fazer junto.  Algo importante para o crescimento mútuo. Mas juntos, significa: juntos! Não um fazendo e o outro olhando. Por exemplo: "colega tu pode me ajudar com aqueles papéis que preciso organizar?" e o colega diz: "claro! sem dúvida. Vamos lá." Nesse momento o que pediu a ajuda vai tomar um cafezinho e conversar enquanto deixa o colega que se propôs a ajudar fazendo o trabalho sozinho. Isso não é junto! Isso é um servindo ao outro e o outro pensando apenas em si e no bem estar próprio.
Mas como lidar quando isso acontece?
Primeiro cada um deve saber impor limites e respeito (se você não se respeita e não impõe limites ninguém o fará).  Quando uma situação como o exemplo acima aco…

Sorria para vida e ela sorrirá para você!

Veja o copo meio cheio e não meio vazio! Sorria para vida que ela sorrirá para você. Essas atitudes de ver a vida com olhos mais otimistas ajudam demais na hora de ter vontade para "batalhar" todos os dias. Se compare menos com os outros e olhe mais para você!  
Utilize o tempo pensando em como melhorar e como progredir e não pensando nas situações ruins que acontecem e aconteceram em sua vida profissional. Observe o que você tem até hoje que pode utilizar para seguir adiante.
Se não está conseguindo emprego por intermédio de currículos, quem sabe fale para todos os amigos e conhecidos que você está procurando recolocação e enquanto isso pense de que forma pode trabalhar para não ficar fora do mercado de trabalho.
Você tem alguma formação? curso técnico? cursos em geral? quais são suas atividades de laser? (pode ser que encontre algo, também, dentro dessas atividades). Tem internet em casa? Melhore seu currículo a cada empresa. Como anda a sua autodisciplina?
Pense, planeje…

Meu colega de trabalho só pensa em si e não é nada colaborativo!

Pessoas egoístas e egocêntricas estão cada dia mais comuns entre as equipes e se as características pouco colaborativas estão atingindo o bom andamento do trabalho é necessário conversar com o líder.
Pode ser que esse líder tenha motivos estratégicos para que esse colaborador esteja no posto que está mas, também, pode ser um erro de alocação de cargo. O que é muito comum! 
Antes de ir até o chefe imediato para pedir providências reflita se essa constatação é somente de um colega ou se o reclamado atrapalha a todos os colegas. Essa reflexão é importante para observar se você tem uma implicância pessoal com o colega ou se realmente ele atravanca o progresso.
Se concluir que é apenas uma implicância sua - tente observar o colega com um olhar menos crítico e mais profissional. Se concluir que de fato o colega só pensa em si e não é colaborativo - quem sabe conversar com ele ajude. Mas isso é se: você tem algum tipo de abertura, intimidade, se tem vontade de conversar com ele e se ele tem…

Livro: Tomo conta do mundo - conficções de uma psicanalista

A autora Diana Corso já me influenciou em  um outro livro que adorei e se chama: Maus a história de um sobrevivente  que está aqui no blog mas isso foi em 2011. Nossa! como o tempo passa. Em 2018 comprei esse da foto que é uma seleção de crônicas e li agora em 2019. Sim! eu compro livros quando existe a oportunidade e guardo para ler quando for possível ou quando estou com vontade. 

As crônicas são uma delícia de ler pois parece que estamos conversando com a autora. No decorrer das crônicas ela cita muitas obras boas que já anotei na minha lista para ler.  Aqui segue uma frase que está no livro e vou deixar como reflexão para a vida profissional já que é nosso assunto aqui no blog: "Qual é a nossa participação na construção dos sofrimentos que nos atingem?"

Livro: Tomo conta do mundo - conficções de uma psicanalista  Autor: Diana Lichtenstein  Editora: Arquipélado Editorial Número de páginas: 272 ISBN: 978-85-60171-62-0 Ano da Edição: 2014
Posts Relacionados:
Livro: Desenvol…

Atendimento ao cliente no Natal

O atendimento na época que antecede o Natal deve ter uma atenção especial? Sim! Mas por quê? Porque é uma época em que os ânimos em geral estão alterados: as pessoas estão cansadas, tem muitas atividades acumuladas, quem procura o comércio é porque pretende presentear e ser mal atendido é tudo que o cliente não quer.
Sendo assim fique atento a cinco pontos importantes para essa data:
1) Tenha uma expressão agradável! A expressão agradável deixa o dia do cliente melhor pois ele se sente bem tratado e deixa o dia do profissional que está atendendo, também, melhor pois está levando com leveza. É fácil manter uma expressão agradável diante de tantas pessoas com pressa e as vezes sem educação? Não! Não é fácil. Mas é possível treinar e treinar significa ter consciência e mudar cada vez que o rosto carrancudo aparecer. 
2) Paciência! Paciência com os clientes e paciência com os colegas. Tente falar de modo educado e coerente. Não desconte as suas frustrações nos outros. Se uma cliente inde…

Continuação Autodisciplina 1

Um mês atrás fiz um post sobre Autodisciplina 1 e hoje a continuação para você acompanhar o seu desempenho ao longo dos meses.
No quadro exemplo acima temos a esquerda cinco tarefas que se deseja criar uma disciplina. Na primeira linha os meses e na primeira coluna o total de dias que essas tarefas foram executadas ao longo do mês. Nas observações você pode escrever algo importante para melhorar o desempenho da execução daquela tarefa que se propôs.
Clique aqui para baixar o pdf para você imprimir e poder acompanhar os seus meses. Para criar a disciplina é importante acompanhar a evolução mês a mês.
Lembre de não se cobrar tanto, principalmente, nos primeiros meses onde o hábito ainda está sendo criado. Além, disso observe que essas são as tarefas que você deseja ter mais disciplina mas não são as únicas da sua vida.
Saiba valorizar a sua evolução durante as semanas e meses. É muito importante considerar de forma positiva cada evolução que se tem em direção aos objetivos.
Posts Relaci…