Pular para o conteúdo principal

Postagens

Pedir demissão por e-mail pode?

Essa é uma questão que ouço comumente, porém a pergunta mais adequada para situação proposta seria: pedir demissão por e-mail é coerente com o ambiente onde estou inserido e com o que desejo para minha imagem profissional? Salvo algumas exceções pedir demissão por e-mail não é nada profissional . As exceções são por exemplo: médias e grandes corporações que tem a demissão por e-mail como regra para que possam documentar esse processo administrativo em todas as etapas.  Em situação de pandemia? Caso estejam todos trabalhando home office e ninguém está indo até a empresa solicite ao superior uma chamada de vídeo olho no olho. Empresas pequenas? Não é coerente com o ambiente pedir demissão por e-mail: provavelmente, a sua contratação foi feita pessoalmente e por alguém que você trabalha ou trabalhou junto. Pedir demissão por e-mail pode lhe parecer fácil, porém é uma atitude de amador e ainda pode ser considerada irresponsável. Nenhuma pessoa que pretende formar uma carreira profissiona
Postagens recentes

Cliente Chato?

Vamos começar lembrando que o blog tem como tema principal a Vida Profissional e que a intenção quando escrevo os textos é ajudar os trabalhadores a terem atitudes mais profissionais. Pois existem trabalhadores profissionais e amadores e isso não tem a ver com anos de trabalho mas sim com atitudes.  Quando o profissional recebe um cliente que considera chato ele provavelmente está refletindo os seus valores naquela pessoa. Como assim? Exemplo: clientes indecisos - para os profissionais que acreditam que ser decidido é uma qualidade forte! os indecisos acabam sendo chatos de atender. Já para o profissional que também é indeciso e se identifica com a atitude daquela pessoa não acha o cliente chato e sim apenas indeciso. Então é importante trazer para luz da consciência essa percepção para que o profissional não tenha dificuldades de receber determinados clientes ou ser atencioso e cordial com eles. Quando se está consciente dos próprios gostos e valores é mais fácil lidar profissional

Otimize seu tempo: Selecione o que de fato faz diferença!

Informações de todos os lados, boas, ruins, de qualidade, porcarias, entretenimento, "infotenimento", vida alheia, amigos, família e interesses diversos. Tudo isso toma um tempo incrível na vida dos profissionais e será que esse tempo poderia ser gerido de forma melhor? Sim! Sem dúvida. Selecionar dentre tantas opções as que de fato fazem diferença é otimizar o tempo. Com essa atitude que pode parecer simples é possível criar condições mais favoráveis para executar o que de fato é relevante na vida do profissional . Gerenciar o tempo de forma mais adequada significa: melhorar os hábitos profissionais, menor estresse, melhor desempenho, mais disposição para o que importa, menos ansiedade, menos comparações desnecessárias, mais qualidade nos relacionamentos etc. Porém, para gerir esse tempo de forma mais adequada é necessário fazer uma seleção das informações relevantes e descartar as que não são. Descartar uma informação desnecessária significa pouco tomar conhecimento da exi

Ser um pouco melhor todos os dias

Essa pode ser uma meta da vida profissional : ser um pouco melhor todos os dias! Está sem saber no que melhorar constantemente? Quem sabe pensar em pequenas e preciosas metas diárias? Qual ponto da vida profissional você poderia melhorar hoje? Começar a organizar os papéis de uma gaveta um pouquinho todos os dias até terminar? Organizar com um dia de antecedência as roupas, marmita e papéis que precisará para o dia seguinte? Não chegar tão atrasado como de costume: quem sabe melhorar dez minutos por dia em direção a pontualidade? Ser mais gentil com os colegas de trabalho? Ser um pouco mais produtivo em um dia de trabalho? O quê pode ser feito em direção a essa melhoria constante? Melhorar um pouquinho todos os dias pode ser o passo que faltava para conquistar aquele objetivo que talvez não seja tão fácil. Vamos refletir: se retirar dois papéis por dia de uma gaveta cheia em 30 dias terá retirado 60 papéis isso quer dizer dependendo da gaveta estará quase vazia. Se você chega meia ho

Livro: A coragem de não agradar

Para você que está chegando por aqui: Seja bem vindo (a)! Este é um blog que tem como tema principal a vida profissional. Me chamo Danielle e trabalho com treinamento e desenvolvimento de pessoas a quase duas décadas. Os livros que leio e gosto indico por aqui, pois acredito que faz parte do desenvolvimento profissional a leitura sendo ela por prazer ou por profissão.  A coragem de não agradar foi escrito por um filósofo especialista em Platão e psicólogo da linha Adleriana e também por um autor premiado de livros de negócios e não ficção. Portanto, todos os temas que leio muito e via de regra me atraem. Livro muito fluído de ler e que está dividido em cinco noites que um jovem desiludido e um filósofo com ideias transformadoras conversam sobre vários aspectos da vida. E o livro inteiro é baseado nesse diálogo entre os dois sobre: mudanças, passado, raiva, a escolha da infelicidade, problemas de relacionamentos, complexo de inferioridade etc.  Todos assuntos que considero de grande val

Experiência

  Que tipo de experiência você, enquanto profissional, proporciona para as pessoas ao seu redor? colegas de trabalho, clientes, líderes, colaboradores e fornecedores . A forma como você se porta diante da vida profissional proporciona uma boa experiência para quem passa por ela? Observe que aqui não importa se você é contratado em uma empresa ou se tem a sua própria empresa. A reflexão aqui é como você se comporta diante da vida profissional  - isso é o que fará diferença para suas relações de trabalho. Quanto mais autônomo e autorresponsável melhor serão seus relacionamentos profissionais e mais liberdade trará para as escolhas próprias. Cada profissional reflete para os que o rodeiam suas satisfações e insatisfações sem mesmo precisar abrir a boca. Isso quer dizer: a experiência que você proporciona para as pessoas que o rodeiam tem a ver com a satisfação naquele ambiente, com aquele trabalho e com sua própria vida .  Posts Relacionados: Felicidades Postura no atendimento Valorização

Não existe mágica: existe disciplina

A vida profissional é uma sequência de relacionamentos, atividades e tarefas diárias para alcançar os objetivos e para isso não existe mágica. Existe disciplina: o profissional acorda pela manhã e sabe exatamente o que deve fazer para chegar onde deseja e faz! Poderia dizer que disciplina é a mágica do bom desempenho profissional. Isso se ela estiver combinada a planejamento e gestão de metas diárias. Ninguém acorda um dia e o sucesso está lá sentando esperando para fazer bem feitorias. Nada disso! Não se iluda. Sucesso é algo muito subjetivo que cada um tem o seu visto pela sua perspectiva de experiências vividas. Mas para alcançar ele seja lá qual for esse sucesso - é necessário disciplina para concretizar todos os dias em direção a ele.  Todo o objetivo exige tarefas diárias que devem ser feitas até ser alcançado e são exatamente essas tarefas diárias que merecem a disciplina. Dedique-se e não espere pelo desejo, a força de vontade ou a motivação   para fazer o que deve ser feito.

Está de férias e deixou alguém com suas atividades na empresa?

Começaram as férias e um colega ou um colaborador ficou responsável por suas atividades na empresa? Deixe ele trabalhar! Não fique ligando e perguntando como está, se está tudo bem ou enchendo  o profissional de WhatsApp . Delegar é justamente isso! Você passou suas atividades para aquele profissional e concedeu a ele a permissão para fazer sua parte na empresa. Então relaxe e deixe ele fazer o trabalho! Se você está inseguro se contenha pois essa sensação é sua e nada tem a ver com o trabalho da outra pessoa. Se volte para solução: você está inseguro por quais motivos? Como esses motivos podem ser gerenciados nas próximas férias ? Férias ou licenças são, justamente, para que o profissional tome um fôlego, relaxe e volte com mais vontade para seu posto. Porém, se o profissional passa as férias inteiras pensando no seu trabalho e preocupado com as atividades que estão acontecendo sem a sua presença ele não conseguirá relaxar. Deixe egos e inseguranças de lado para desfrutar desse perío

Felicidades!

A palavra: felicidades! entrou na minha vida profissional muito cedo quando eu ainda não tinha nem uma década de vida profissional. Sempre desejei de coração felicidades para as pessoas até mesmo para aquelas que não tenho grandes intimidades e nem gostaria de ter! Acho que um mundo com pessoas mais felizes é um mundo menos tenso, com menos insatisfação e mais de amor próprio. Todas as vezes que me despeço de um cliente desejo felicidades! Desejo felicidades da mesma forma que digo tchau, inclusive, um acompanhado do outro: "Tchau! Felicidades!". Com o passar dos anos percebi que literalmente comecei a espalhar felicidades porque na maior parte das vezes a pessoa se vira pra mim abre um largo sorriso e diz: te desejo o mesmo, muito obrigada. É uma atitude espontânea e de surpresa ao mesmo tempo - a pessoa não espera que alguém possa desejar felicidades ao outro com tanta naturalidade. Essa atitude coloquei em prática na vida profissional mas trouxe ela para vida privada e h

Na vida aprendemos

  Na vida aprendemos! E como aprendemos! Principalmente com os erros cometidos no caminho: eles sim ensinam muito. Mas tem um detalhe - aprende quem está disposto a aprender com o erro porque  muitos profissionais estão mais voltados para o problema do que para solução. Reclamar e dar voz as lamúrias não leva a lugar nenhum! Mas quem está voltado para solução vai olhar o que pode tirar de aprendizado dos erros ou dos fracassos e isso não quer dizer que o profissional não lamente. Lamenta, sem dúvida, mas consegue seguir a vida voltado para a solução, isso quer dizer, transforma erros em aprendizados e aquele erro ele não comete de novo. Errar é totalmente humano mas cometer o mesmo erro várias vezes é no mínimo desatenção e desinteresse. Sempre que possível faça um levantamento de todos os aprendizados que a vida trouxe nos últimos meses que provavelmente não foram poucos. Mas não fique com o pensamento fixo em cima do erro! Errou? errou! Aprenda, não repita e vire a página! Terão n