Pular para o conteúdo principal

Postagens

Livro: Maternidade Tardia: mulheres profissionais em busca de realização plena

  Mulheres no mercado de trabalho é um tema que sempre me chama atenção e se for profissionais x maternidade tardia ou não ainda mais. Inclusive, se você quiser me sugerir livros com esse tema deixe nos comentários. A autora que é Ph.D. em economia aborda nesse livro uma pesquisa feita e que se chamou: Mulheres Altamente Realizadas 2001. Essa pesquisa feita em 2001 com mulheres em altos postos de carreira, em âmbito nacional americano, constatou na época que 33% delas não tinham filhos entre 40 e 55 anos, um fato que crescia para 42% nas grandes corporações norte-americanas. Sendo assim, esse livro relata a relação direta entre maternidade tardia e carreiras profissionais dentro da realidade americana da época. Dentro desse assunto no contexto do começo dos anos dois mil é abordado ainda: a falta de informações claras sobre o tema viabilidade de filhos após os 40 anos, a falta de políticas públicas visando o bem estar da mulher e em prol da família, a difícil escolha das mulheres entre
Postagens recentes

Construa Pontes

Por intermédio da constância, da perseverança, da organização e do planejamento é possível construir pontes sólidas durante a vida   profissional   e com isso ter o trabalho desejado e não o emprego que foi possível. Não espere facilidades de outros e sim faça seu próprio caminho, abra suas portas por intermédio de suas conquistas.  O  desenvolvimento profissional  depende diretamente da vontade de ser um profissional! Para isso é necessário que a pessoa esteja preparada para lutar dia após dia contra seus próprios medos e derrubar cada barreira construída por eles. Todos os dias os medos constroem barreiras internas como: "melhor não começar hoje pois já é sexta-feira e logo chega o final de semana", "acho melhor deixar para o mês que vem pois estarei menos ocupado", "estou passando por uma fase difícil melhor deixar para o próximo semestre", "quem sabe deixamos para o próximo ano?" e por aí vai. Não espere facilidades: os medos não vão dar uma

Ninguém sabe melhor da sua capacidade profissional do que você!

Ninguém sabe melhor da sua capacidade profissional do que você, sendo assim, não tem como uma pessoa dar palpites se você é ou não é capaz de fazer algo. Só você pode responder essa questão! Você quer uma determinada profissão exemplo: médico, youtuber, designer, professor etc. - apenas você é capaz de avaliar se é ou não é capaz de alcançar seu objetivo . Sabe qual é o motivo disso? concretizar algo depende da disponibilidade da pessoa que deseja não só querer mas colocar em prática tantas horas quantas forem necessárias para alcançar, abdicar de outras tantas atividades em prol do objetivo e trabalhar tanto e não parar até concretizar. Você acha que outra pessoa poderia te dizer qual a sua disponibilidade para concretizar algo? Aí você pode me dizer: "mas essa pessoa me conhece" e eu te responderei: "ninguém te conhece melhor do que você mesmo". Você pode não ter ainda na vida a experiência de se esforçar tanto por algo mas pode estar disposto a se sacrificar por

O Atendimento ao cliente é o reflexo dos processos internos

O atendimento ao cliente é o reflexo dos processos internos administrativos e gerenciais da empresa. Sim! É importante que os processos sejam organizados e revisitados sempre que necessário para manter um atendimento de qualidade e pensado para o cliente. Um processo importante dentro da área administrativa da empresa é o planejamento e execução de treinamento para equipe, porém se esse treinamento não for gerenciado de forma qualificada o cliente quem vai sofrer parte das consequências.  Um outro exemplo de processo e esse faz parte do comércio em geral mas em estabelecimentos menores atinge demais o cliente: é a chegada de produtos. Pois eles chegam em caixas e caso essas caixas precisem entrar e passar pelo mesmo local onde estão os clientes: a equipe deve estar muito bem treinada e ter jogo de cintura para não criar uma indisposição ou um desagrado. Eu ouço muito de comerciante: "mas o cliente tem que entender" - Minha resposta: A compreensão do cliente não passará de

Resistência

Para todas escolhas que são feitas na vida vão existir resistências (barreiras): sociais, financeiras, profissionais, pessoais e por aí vai. Porém, a decisão de ser imerso pelas resistências ou progredir independente de qualquer dificuldade está dentro de cada profissional . A maior resistência de todas é a interna aquela dentro de cada um que mostra muitos argumentos pelos quais não é possível seguir com os planos desejados. E essa é uma luta interna que deve ser conquistada todo dia! Com muita perseverança, boa vontade e garra - mudar o pensamento . Depois das barreiras internas terem sido vencidas existem todas as outras que podem impedir o profissional de concretizar seus objetivos . Essas resistências, muitas vezes, são chamadas de desculpas para se auto sabotar. Justamente, diante desse tipo de barreira que a mente deve se perguntar "como conseguirei transpor essa etapa?" e não pensar: "nossa que difícil", "acho que não é pra mim", "sem chances&

Diferença entre: trabalhar junto e trabalhar ao mesmo tempo

  Essa é uma das maiores reclamações de pessoas que trabalham em equipe : que tem colegas que pensam que trabalhar junto é o mesmo que trabalhar ao mesmo tempo. Não é a mesma situação! Sim, são situações diferentes. Trabalhar juntos = trabalhar em equipe e trabalhar ao mesmo tempo = trabalhar em grupo. Cinco pessoas estão trabalhando juntas em um determinado projeto isso significa: umas pessoas estão disponíveis a ajudar as outras a desenvolver o mesmo trabalho. Nenhum dos membros vai pedir elogios do chefe unitariamente e menos ainda dizer que algo não saiu bem porque a culpa é de um membro da equipe. Quando se trabalha em equipe: o mérito e o demérito é responsabilidade de todos. Se você está trabalhando em equipe não se esquive das responsabilidades que trazem esse momento. Cinco pessoas estão trabalhando ao mesmo tempo em um determinado projeto isso significa: as pessoas não estão dispostas a ajudar uns aos outros, estão somente pensando em si e em sua parte do projeto as responsab

Sentir-se Pertencente

  Sentir-se pertencente é o caminho para o engajamento da equipe ! A sensação de pertencimento gera engajamento mas o que é pertencer? É fazer parte daquilo, é sentir que aquele local ou aquele pensamento faz parte e corrobora com a vida que deseja para si. Portanto, uma empresa que deseja colaboradores engajados deve se empenhar para que eles se sintam parte da empresa. Para isso o líder ou gerente ou ambos devem envolver a equipe em todos os processos decisórios possíveis. Solicitando que participem com idéias e motivando a todos para que isso aconteça de fato. Não basta apenas pedir as ideias: elas devem ser discutidas entre líderes e equipe para sejam adequadas aos objetivos da empresa e na sequência dos dias colocadas em prática. Esse trabalho de envolver as pessoas deve ser diário e constante ! Não basta envolver hoje e amanhã esquecer das ideias e propostas. Para estar engajado tem que pertencer antes! Posts Relacionados: O que esperar de nós e o que esperamos de você Engajamen

Black Friday: 5 pontos importantes

  Para quem está organizando a Black Friday relacionei 5 pontos importantes que podem ajudar nesse processo: 1) Tradicionalmente a Black Friday é feita pelo comércio mas quem vende serviços , também, pode fazer promoções especiais! Pensar em como agradar os clientes nunca é demais ok? 2)  Faça um levantamento organizacional e financeiro do que é possível ir para a Black Friday. Nesse momento pense, também, nos produtos ou serviços que agradariam os clientes. Pergunte para equipe de vendas quais ideias eles têm para esse dia: ouvir a equipe pode ser muito interessante. 3) Convide a equipe para fazer uma avaliação de como foi a Black Friday do ano anterior e o que podem melhorar nesse ano. Inclua a equipe sempre que possível no processo decisório. 4) Nunca engane o cliente ! Aumentar os preços para depois diminuir no dia da promoção? Esse tipo de atitude é inadmissível! E só atrairá desconfiança e falta de credibilidade! Não só pelos clientes mas principalmente pela equipe. 5) Lembre q

Dia Mundial da Gentileza

  Eu levanto muito a bandeira da gentileza no ambiente profissional e por isso você vai ver em muitos posts aqui no blog esse assunto. É possível ser gentil no trabalho sem ser falso mesmo não gostando muito do interlocutor porque, gentileza tem a ver com boas maneiras e  com boa educação . Isso quer dizer tem a ver consigo e não com o outro. Gentileza no tom de voz! Isso existe? Sim! Acredite existe e é muito importante para os relacionamentos e o ambiente profissional. Preste atenção no tom de voz que você usa para responder aos colegas e aos líderes. Não seja ríspido, gritos nem pensar, ironia é completamente desnecessário e ansiedade demais deixa o ambiente atribulado e tenso. Use um tom de voz na medida em que o interlocutor te ouça e sem afobamento: preste atenção no que a outra pessoa está dizendo.  Gentileza nos gestos! Os gestos são tão importantes quanto o tom de voz. Não jogue objetos ou largue-os bruscamente em cima das superfícies. Evite digitar no computador como se estiv

A reunião que poderia ter sido um e-mail

Quantas reuniões que tomam tempo inutilmente poderiam ter sido apenas um e-mail? muitas! Geralmente, os profissionais não enviam apenas um e-mail com a justificativa de serem mal interpretados mas isso tem solução. Escrever e-mails profissionais, para que tenham uma boa interpretação pelo leitor, requerem objetividade, organização e exercício constante. Exercite escrever e-mails mais claros: pare e pense no que vai escrever - coloque intenção em sua tarefa.  Minha sugestão é que sejam escritos em tópicos mesmo que tenha apenas dois tópicos. Dessa forma: Selma, Boa tarde, Gostaria de tratar com você dois assuntos: 1)  2)  Obrigada, Bom trabalho , Danielle. Perceberam? e-mail limpo e objetivo. Apenas o que interessa está no e-mail sem histórias cumpridas ou mirabolantes. Com uma despedida simples , agradável e sem o instantâneo e famoso: "Cordialmente" ou "Atenciosamente". Esses termos eram ensinados nas aulas de datilografia dos anos 90 e não são mais necessários no