Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Os Jantares que não dei: Esmaltes e Livros 09/12 - Primavera

 



Sim, esse é um blog cujo tema principal é Planejamento e Gestão! Sim, você encontra por aqui diversas indicações de livros porque ler e se atualizar constantemente faz parte do cotidiano de quem trabalha com liderança. Mesmo para quem não trabalha com planejamento e gestão a leitura e atualização frequente é muito relevante para vida profissional. Por isso, participo de duas blogagens coletivas mensais e uma delas é esta.

Uma vez por mês, durante os doze meses do ano, desde 2021, nos reunimos para fazer nossa blogagem coletiva que se chama: Esmaltes e Livros. O esmaltes e livros foi criado para evidenciarmos a importância da auto estima e da leitura em nossas vidas. Esse ano somos em três parceiras nessa postagem: eu - Danielle SV,  Blog Mãe Literatura  e Leticia Leonardi.  

Cada mês propomos um tema e esses temas são selecionados no ano anterior. O tema desse mês é: Primavera. Para esse tema trouxe: Os Jantes que não dei de Bettina Orrico. Eu como uma boa Taurina lembro da comida leve e deliciosa que chega junto com a primavera. Os jantares ao ar livre em boa companhia

Vamos conhecer um pouquinho da autora por intermédio do livro: Bettina Orrico que é nascida em Salvador, estudou Belas Artes na Universidade Federal da Bahia, prosseguindo os estudos artísticos em São Paulo. Seus primeiros trabalhos foram com estamparia em tecidos. Passou três anos na Europa, dedicando-se a ecposições de pintura em países como Itália, Portugal e Suíça, sem deixar de investigar, parelalemente, os segredos da culinária, sua paixão - ou como a própria diz, sua "cachaça" - desde criança. Em 1973, foi convidada para produzir fotografias de pratos para publicações da Editora Abril, e por lá foi ficando: além de ter desempenhado funções editoriais, foi encarregada de criar e testar receitas para a revista Claudia. Hoje em dia, além de continuar sua consultoria para a revista, Bettina pesquisa gastronomia e dá aulas de culinária em São Paulo e ourtos Estados. Entre outros títulos que assina está Gostoso Começo - cozinha para principiantes (Círculo do Livro, 1989).

A orelha do livro apresenta a seguinte descrição: Vinte refeições imaginárias para vinte convidados especiais: a meio caminho entre livro de memórias e de receitas, Os jantares que não dei acompanha a trajetória de Bettina Orrico por meio de seus afetos e admirações. Sentam-se à sua mesa tanto aqueles que de fato são parte de sua vida quanto os que entraram em seu contidiano somente através da arte. Assim, enquanto nos conta por que seus comensais são importantes na sua história, Bettina nos fala também de si. Cada um dos homenageados é introduzido por uma crônica, à qual se seguem as receitas que, imagina a autora, agradariam ao paladar do persogem. 

É claro que, sendo Bettina Orrico uma das mais reconhecidas consultoras culinárias do país, todos nos beneficiamos de se saber, em receitas que no possibilitam adentrar sua cozinha. Cada "jantar" reúne de forma harmônica entradas, pratos principais e sobremesas. Cabe ao leitor seguir as propostas de Bettina, ou das asas ao seu gosto, recombinando as deliciosas sugestões que estre livro nos oferece.

Para essa nona edição de esmaltes e livros do ano de 2023 a minha escolha de esmaltes foi Colorama Base Setim: Cuidados e Colorama longa Duração: Gabriele. O pincel da Colorama é médio em quantidade de cerdas o que é bom para colaborar com a rapidez da esmaltação. Eu quem faço minhas unhas então sempre busco rapidez, durabilidade e secagem rápida. Todos os dois são ótimos e recomendo! 


Sumário:

INFÂNCIA

Maria Conceição
Rolino de berinjela, Malassada, Timbale de salsichas, Creme chinês e Pudim de maria-mole

Niède Guidon
Salada de alface e maçã, Arroz de pato e Fondant au chocolat

Dom Paulo Evaristo Arns
Limada, Bolinho de arroz, Salada de couve-flor D. Evaristo, Galette de frango, Manjar celeste e Biscotti de prato

Oscar Niemeyer
Salada de Lagostin e abacaxi, Terrine de legumes, Filés de frango com amêndoas e Bananas douradas com com creme

CHEFES E CHEFS

Caloca
Beterrabas com maçã verde, Arroz de farinheira, Maranhos à beirã, Perdiz fria à moda de Coimbra e Toucinho do céu

Paul Bocuse
Vermelho com manga e agrião, Fritada de ostras, Filé com molho de pimenta cumari e pirão de leite e Rocambole de goibada

Laurent Suaudeau
Manjubinhas fritas, Maria Izabel, Fritada do Laurent, Tainha na telha, Filhote com crosta de farinha d'água, matambre enrolado, Muxá Laurent, Pão de ló de castanha-do-pará, Salada de manga, lichia, kiwi e mexerica

Thomaz Souto Corrêa
Salada de agrião, Salada de cenouras com laranjas e canela, Carne de porco com pancetta e farinha de rosca, Carne de porco com castanhas, Lombo de porco com amêijoas e Melancia de verão

Massimo Ferrari
Salada tricolor, Namorado com tapenade de figo, Batatas amassadas ao forno, Talharim com presunto e cebola-pérola, Filés de frango en croûte e Salada de furtas especial

PALCOS E PINCÉIS

Beatriz Segall
Carpaccio de salmão com kinkans, Batatas ao creme, Filé na manteiga de alecrim e Pavlova

Tomie Ohtake
Salada verde com gergelim, Escalopinho de frango, Camarões da Tomie, Quenelles de ricota, Merengue-seda com vinho tinto

Sérgio Viotti
Salada de rúcula, laranja, tâmara e amêndoas, Parpadelle com ervas, Filé com zabaione balsâmico, Suflê de queijo cabra, La bête noire

Raul Cortez
Queijo de cabra com rabanetes e mel, Milho frio, Lombinhos de porco à moda da serra, Arroz com ervilha-torta fresca, Torta toffee de maçã

A PLUMA E A LIRA

João Ubaldo Ribeiro
Lulas refogadas, Frango perfumado, Moqueca de arraia, Himmel und Erde, Farofa de dendê e Papo de Anjo

Manoel de Barros
Salada marroquina, Peixinhos da horta, Pargo ao Fogo, Badejo com coco e Pudim-esponja de limão

Adélia Prado
Salada de melão, rúcula e pignoli, Salmão com tapenade, Filés de frango recobertos com parmesão, Aspargos com molho maltês e Trufas com sorvete e calda de chocolate.

MÚSICA E LETRA

Inezita Barroso
Inhame com agrião, Perna de carneiro com ameixas, Peixe com crosta de milho e Doce de banana com rodinhas

Livro: Os Jantares que não dei
Autor: Bettina Orrico
Editora: BEI
Número de páginas: 170
ISBN: 978-85-7850-018-4
Edição: 2009



Na sequência os livros escolhidos pelas queridas parceiras de Esmaltes e Livros! Já adianto: é cada título bom que eu tenho vontade de sentar e ler todos eles agora, mesmo! 


Mãe Literatura:  "Para este mês escolhi um esmalte com nome de primavera, o Rosa Antigo, da Colorama. Gostei do resultado. O livro é o Toda a Saudade do mundo, livro do nosso Projeto Jorge Amado, @companhiadasletras. Para compor o cenário, escolhi nossas plantas da varanda. Várias das suculentas estão florindo, anunciando a chegada da primavera!"



Letícia Leonardi: "Mais um mês, mais uma cor nude! Comprei o Cappuccino da Risque e já quis experimentar. Passei duas mãos e gostei da cor, mas achei um pouco transparente. O livro que escolhi é Toda luz que não podemos ver. Estou adiantando a leitura do livro do mês que vem do nosso amado Clube MãeLiteratura. Para compor a foto, uma das nossas plantas, olha como está linda esta Peperômia!" @leleonardi





                                   O imperador do Vinho: esmaltes e livros 8/12 - Bebidas






Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

Instagram: @svdanielle

Facebook: @svdanielle (Descontos e informações)

Tik Tok: @sv.danielle

Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!



Comentários

  1. Querida Dani, que delícia de postagem! Eu amei as suas dicas! AMO a nossa parceria nesta TAG tão maravilhosa. Muito obrigada pelo carinho e pela companhia. Já anotei tudo aqui, também quero experimentar. Beijão, Claudia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!
Felicidades!

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos