Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Postergadora: já foi meu nome e sobrenome


 

Descobri ao longo dos anos que postergação era apenas a ponta do iceberg e que eu estava "patinando" em algo que talvez nem eu entendesse. O meu start aconteceu há 22 anos atrás conversando com uma amiga de infância. Ela estava me contando sobre sua terapia e eu me identifiquei com diversos temas os quais ela descrevia. Descobri ali, que precisava de ajuda para mudar minha "programação" e que havia  algo desconhecido pra mim e quem sabe poderia me ajudar a melhorar meus resultados pessoais de vida. Nessa época eu trabalhava e estudava: postergar passou a ser uma barreira de desenvolvimento nos meus dias. Vamos esclarecer algo importante para essa nossa conversa: esse tipo de mudança não acontece da noite para o dia - tive paciência, resiliência e acolhi, para poder entender como agir, o que eu sentia para reverter meus resultados. Hoje, ensino, escrevo e aplico planejamento e gestão pois sei exatamente o "caminho das pedras" para chegar até aqui.

Olhando ao meu redor passei a perceber, que tudo era muito mais difícil e penoso pra mim: as pessoas em meu entorno pareciam cumprir as suas tarefas de forma muito mais fluída que eu. Nessa época conheci a Terapia Cognitiva Comportamental e passei a usar o livro - A mente vencendo o humor: mude como você se sente mudando o modo como você pensa. Logo no começo do livro temos o seguinte parágrafo: Para aprender a lidar ou a mudar os seus estados de humor, é de grande utilidade ser capaz de identificar os estados de humor que você está experimentando. Pode ser difícil identificar diferentes estados de humor. Você pode se sentir cansado o tempo todo e não reconhecer que está deprimido. Ou você pode se sentir nervoso e fora de controle e não reconhecer que está ansioso. Junto com a depressão e a ansiedade, a raiva, a vergonha e a culpa são estados de humor problemáticos comuns a muitas pessoas. No final do texto, para facilitar, vou deixar o link da Amazon direto para o livro que citei aqui.  

Lembro que a postergação me deixava extremamente ansiosa e quanto mais ansiosa eu ficava menos conseguia me concentrar e a consequência era mais postergação. Começava diversas tarefas e não conseguia terminar nenhuma e com isso elas iam se acumulando infinitamente. Junto com a ansiedade diversos outros sentimentos (com menos ou mais intensidade) me rondavam: tristeza, insegurança, nervosismo, constrangimento, assustada, envergonhada e frustrada. Pode parecer incrível que hoje eu escreva, ensine e viva o planejamento e gestão! Mas não é: foi uma construção de pensamento - uma mudança de mindset que não foi fácil. Aprendi ao poucos, com empenho, dedicação e profissionais capacitados a lidar comigo e com meu cotidiano. E o mais interessante: sempre disfarcei muito bem pois em meu cotidiano profissional as pessoas dificilmente percebiam esse meu déficit e por disfarçar bem acabava não trazendo para luz da consciência.

Hoje, sinto muito orgulho e contentamento do que construí profissional e pessoalmente, por isso compartilho aqui por intermédio do planejamento e gestão. Acredito que foi de uma vulnerabilidade que nasceu a minha força para fazer a minha construção pessoal. Esse é um dos motivos que escrevo: planejamento e gestão é o caminho. Minha mensagem aqui para você é - se você é um procrastinador busque entender os motivos, isso é autoconhecimento, para daí começar um passo por vez a mudar essa "programação" e por consequência atingir os seus objetivos pessoais e profissionais de forma mais fluída. Existem sentimentos e "programações" pessoais que envolvem essa procrastinação e todos os estados de humor que decorrem dela ou que culminam nela: descubra os seus.

Se você chegou até aqui é porque pode ter se identificado com minha jornada. O tema principal do blog é planejamento e gestão que são temas amplos e que para aplicabilidade deles é preciso ter uma gama de habilidades técnicas e comportamentais. É importante que cada um observe e conscientize sua próprias necessidades e escolha o que ler de acordo elas. O que faço para colaborar com sua jornada é concentrar, em um mesmo lugar, informações, minhas experiências e literaturas que podem lhe ser úteis para melhorar e ou construir o seu planejamento e gestão. Para tanto, já escrevi e publiquei mais de oitocentos textos os quais já foram lidos mais de duzentas mil vezes. 


Como prometi, abaixo segue o link da Amazon para que você possa adquirir o livro que citei acima. O blog é parceiro Amazon então quando você se inscreve e compra com meu link (clicando nos links que indico aqui no blog) apoia o conteúdo para que ele siga existindo cada vez mais e melhor:

A Mente vencendo o Humor: Mude como Você se Sente, Mudando o Modo como Você Pensa

e-book - A Mente vencendo o Humor: Mude como Você se Sente, Mudando o Modo como Você Pensa



Abaixo uma das mensagens que recebo dos leitores: "Dani seu blog é muito bom aprendo muito com você mesmo a distância faz um trabalho incrível parabéns.




Posts Relacionados:

Não é fácil! Gostaria de dizer que chegar no cume é fácil: mas não é!

Inspire as pessoas

Outra coisa inacreditável: de repente, você gosta de café.

Agradecimentos

Vem refletir comigo!


Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

No Instagram: @svdanielle

No Facebook: @svdanielle

No Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

No Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos