Pular para o conteúdo principal

Autogerenciamento: Ser voltada para solução por intermédio do autogerencimento e como isso interfere em uma liderança sadia?


Sou participante ativa do Grupo Mulheres do Brasil - como uma das líderes do comitê 80 em 8 Porto Alegre junto com Janaína Lima. Esse texto de hoje foi a minha participação online no evento de maio do comitê via Facebook do Mulheres do Brasil Porto Alegre. Se você não assistiu clica aqui para acompanhar: Mesa Redonda Autogerenciamento.


Autogerenciamento - é a capacidade de gerenciar a si sem a necessidade de um comando de outra pessoa ou instruções. Eu acredito em desenvolvimento e que os profissionais podem desenvolver habilidades e podem ficar um pouco melhor todos os dias por intermédio do treinamento contínuo. Quando se é funcionário e tem um líder de fato ele pensa constantemente em como pode colaborar para  aprimoramento e o desenvolvimento de cada colaborador. Demanda as tarefas certas das pessoas certas e essa ação é de extrema relevância para o colaborador. Porém, alguns profissionais desejam ser tomar rédeas de sua vida profissional e passam a precisar da habilidade de autogerenciamento pois ela é necessária para concretizar objetivos. Isso quer dizer: o autogerenciamento é fundamental para os resultados que se deseja alcançar. Um livro que fala sobre propósito e eu indicaria nessa etapa  é Ikigai

Autoconhecimento é a primeira etapa para um autogerenciamento de qualidade. Primeiro é preciso conscientizar os pontos que podem ser melhorados em si para depois começar a trabalhar um por um com dedicação e constância. Durante o autoconhecimento é possível observar o poder da autorresponsabililidade, disciplina e constância. Nessa etapa eu indico para auxiliar nessa etapa o livro: A mente vencendo o humor.

Após começar essa jornada de autoconhecimento e entendermos qual a prioridade da vida em um determinado momento é possível começar o autogerenciamento de qualidade. Observar qual a visão que temos sobre: vida profissional, vida privada ,cobranças internas e externas. Observando esse tripé dentro do autoconhecimento é possível listar as tarefas importantes e possíveis para o próprio desempenho. Após entender como e quais são essas tarefas assim como você lida com as cobranças internas e externas começará a próxima etapa do autogerenciamento.

O que dessas tarefas são de emergência (solução imediata) e Urgência (atendimento a curto prazo). Entendido essa etapa? passamos para a próxima: planejamento (curto, médio e longo prazo). Quando a pessoa chega nessa etapa é possível ser um líder de fato isso quer dizer: está pronto para colaborar com a função de cada colaborador visando o desenvolvimento e os resultados da vida profissional. Com o autogerenciamento ela consegue dar atenção de qualidade para cada etapa em seu tempo e por isso passa a ter uma liderança voltada para solução de forma sadia e calcada em resultados possíveis e palpáveis. 

"A mensagem de High Flyers" diz ele, "é que a capacidade de liderança pode ser aprendida, que a criação de um contexto que apoia o desenvolvimento do talento pode se tornar uma fonte de vantagem competitiva e que o próprio desenvolvimento de líderes é uma responsabilidade da liderança." - Livro: Mindset

Posts Relacionados:

Recomece quantas vezes forem necessárias

Livro: Minset

Retrospectiva profissional

Avaliando minha vida profissional

Orgulho de ser um bom profissional

Gostou do conteúdo? Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

No instagram: @svdanielle

No Facebook: @svdanielle

No youtube: Danielle SV

Para receber minhas cartinhas uma vez por mês - todo dia 17: Clica aqui vem ver como faz!

Para saber as respostas para as perguntas que mais nos fazem: Clica aqui e vem ver!

Para marcar Mentoria ou Treinamentos: Clica aqui e vem ver a Loja 

Bom trabalho!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro: Meu livro da consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia

Esse livro é um dos que uso muito: é pequeno deve ter em torno de 12 cm x 17 cm mas tem 400 páginas. Acho ele otimista sem ser exagerado e traz reflexões que muitas vezes ficam lá guardadas no subconsciente. O título é bem propício pois traz reflexões para que sejam conscientizadas e adequadas para realidade de cada um.  O autor é Terapeuta e professor universitário. Esse é um livro que pode ser usado em diversos momentos da vida mas nesses momentos de insegurança e descrença mundial é ainda mais útil. Cada folha dele tem data (sem ano) e uma reflexão para o dia. É bom colocar na balança determinados assuntos como: vida profissional, forma de vida cotidiana, pessoas e coisas que não acrescentam etc. Enfim, uma vida mais leve e satisfatória de acordo com as expectativas de cada um. Livro: Meu livro da Consciência: 365 mensagens para nossas boas escolhas de cada dia Autor: Tadashi Kadomoto Editora: Gente  Número de páginas: 400 ISBN: 978-85-452-0212-7 Ano da Edi

Doando Plantas: que você não quer mais!

Que tal doar as plantas que você não quer mais? Aqui surge uma oportunidade para aqueles que tem uma planta, árvore e ou flor em casa e também para aqueles que não têm plantas mas querem ter. Se você tem uma planta em sua casa ou no seu escritório que não vingou  e ou quer mudar a decoração e não sabe o que fazer com elas? Doe! Sabe aquele velho ditado "se você não quer tem quem queira" essa situação se aplica! Porque colocar no lixo algo que ainda pode ser cuidado por alguém? As vezes a situação é de viagem: vai viajar? passar um bom tempo fora e não tem quem cuide de suas plantas? quem sabe doar para alguém que se interesse antes de viajar? Conte para todos que você conhece que está doando! Via mídias sociais! Tire fotos e mostre para os amigos! logo aparecerá um novo lar para sua planta!   Caso deseje escrever uma mensagem aqui nesse post como tantas pessoas já fizeram: lembre de escrever qual seu Estado, sua Cidade e suas redes sociais pois o blog rec

Qual a diferença de assiduidade e pontualidade

Assiduidade é o caso do profissional que aparece com frequência ao trabalho. Isso quer dizer é assíduo naquele local. Já pontualidade é a situação daquele profissional que cumpre com suas obrigações em dia e hora marcada (sem atrasar trabalhos ou compromissos). As duas situações caminham paralelas na vida de um bom profissional. Sim! Ser assíduo e pontual é parte das características de um bom profissional. Quer dizer que se você está pecando em uma delas: precisa melhorar. Assiduidade e pontualidade são duas qualidades de profissionais que cumprem com o que prometem, que empregam sua palavra e fazem acontecer. Geralmente, esse profissional não dá muitas desculpas para o que deixou de fazer e sim é focado em resultados coerentes com o prometido. Para ser considerado pontual é necessário ser assíduo - nesse caso eu poderia ouvir: mas a pessoa quando aparece no trabalho ela é pontual. A pessoa que falta demais ao trabalho (sem justificavas coerentes com um profissional)