Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Pelo mundo da moda: criadores, grifes e modelos


Inácio Ribeiro diretor artístico da Cacharel e da Clements Ribeiro escreveu sobre a autora: Lilian é uma feliz testemunha dessa revolução global. Repórter por excelência, seu olhar inquisitivo e alerta constituiu-se em um registro extraoficial dessas transformações. Cobrindo sistematicamente os desfiles internacionais, assim como de São Paulo e Rio de Janeiro, Lilian participou desses eventos em primeira mão, conversando com os personagens que importam, registrando fauna e flora, condensando informação, opinião e crítica. Nesse processo, tornou-se ela também parte da tribo nômade que acompanha o fluxo e o movimento da moda na aldeia global, cidadã da República Fashionista e a cara do Brasil nos bastidores internacionais.

Na contracapa do livro diz o seguinte: Ao reunir diversos de seus artigos e reportagens ao longo das duas últimas décadas, a jornalista e apresentadora Lilian Pacce - referência na área de moda no Brasil - traz à tona momentos marcantes da moda no Brasil e no mundo, de um ponto de vista equilibradamente crítico e único, em flashes que contam um pouco da história dessa arte. 


A autora revela não somente os bastidores das grandes criações no exterior como também o perfil de modelos de projeção internacional, além de apresentar uma análise do trabalho e da personalidade de estilistas de peso. Recomendado pela renomada estilista inglesa Viviane Westwood, que assina o prefácio, o livro é direcionado a estudantes, profissionais e amantes da moda, além de interessados nas áreas de design, comunicação e artes. O Senac São Paulo proporciona, com a publicação deste livro, a difusão de conhecimentos especializados relacionados aos estudo e à cultura da moda, área em que a instituição é referência.

O tema principal do blog é planejamento e gestão que são temas amplos e que para aplicabilidade deles é preciso ter uma gama de habilidades técnicas e comportamentais. É importante que cada um observe e conscientize suas próprias necessidades e escolha o que ler de acordo com seu interesse. O que faço para colaborar com sua jornada é concentrar, em um mesmo lugar, informações, minhas experiências e literaturas que podem lhe ser úteis para melhorar e ou construir a sua jornada profissional. Para tanto, já escrevi e publiquei mais de novecentos textos os quais foram lidos mais de duzentas mil vezes. Política, economia e relações exteriores são temas que sempre estão na pauta de conteúdo para quem trabalha com planejamento estratégico por isso trago para o blog os livros que li e gostei sobre diversos temas. Que colaboram para o exercício de uma visão ampla acerca dos temas profissionais.




O livro está dividido em 3 partes:

Parte 1

- Criadores: trajetória e vida
- Fatos e momentos importantes da moda

Criadores que estão no livro:

- Coco Chanel
- Helena Rubinstein
- Pierre Cardin
- Christian Dior
- Valentino
- Christian Lacroix
- Vivienne Westwood
- Azzedine Alaïa
- Yohji Yamammoto
- Karl Lagerfeld 
- Emilio Pucci
- Helmut Lang
- Alexandre McQueen 
- Antonio Berardi
- Gianni Versace
- Donatella Versace
- John Galliano
- Donna Karan
- Salvatore Ferragamo
- Paco Rabanne
- Tom Ford
- Alber Elbaz
- Issey Miyake
- Tommy Hilfiger
- Yves Saint Laurent
- Arkadius
- Paloma Picasso
- John Loring
- Viktor Horsting
- Olivier Theyskens
- Roberto Cavalli
- Narciso Rodriguez
- Marc Jacobs
- Francisco Costa
- Diane Von Furstenberg
- Basso & Brooke 
- Renzo Rosso

Parte 2

- Grifes: coleções e negócios
- Fatos e momentos importantes da moda

Grifes que estão no livro

- Valentino
- Hermés
- Thierry Mugler
- Vivienne Westwood
- Issey Miyake
- Patrick Cox
- Chanel
- Clements Ribeiro
- Dior
- Versace
- Cartier
- Salvatore Ferragamo
- Levi's
- Yves Saint Laurent
- Tommy Hilfiger
- Gucci
- Tiffany's
- Diesel
- John Galliano
- Calvin Klein
- Louis Vuitton
- Cacharel
- Rochas
- Viktor & Rolf 

Parte 3

- Modelo: perfil e carreira
- Fatos e momentos importantes da moda
- Créditos das fotos
- Índice onomástico

Modelos que estão no livro:

- Dalma Callado
- Gisele Zelauy
-Shirley Mallmann
- Twiggy
- Gisele Bündchen
- Kate Moss
- Naomi Campbell
- Alek Wek
- Marcelle Bittar
- Luciana Curtis
- Caroline Ribeiro
- Fernanda Tavares
- Ana Hickmann
- Adriana Lima
- Karolina Kurkova
- Isabeli Fontana
- Michelle Alves
- Mariana Weickert 
- Gianne Albertoni
- Letícia Birkheuer
- Raquel Zimmermann
- Ana Claudia Michels 
- Jeísa Chiminazzo
- Alessandra Ambrósio
- Daniela Lopes
- Ana Beatriz Barros 
- Liliane Ferrarezi
- Carol Trentini
- Yasmin e Luiza Brunet
- Daniella Cicarelli
- Camila Finn
- Solange Wilvert


Algumas partes do livro:

"De família burguesa, Dior teve criação requintada. Educou-se para ser para ser diplomata, mas desistiu. Contra a vontade do pai, abriu uma galeria de arte em Paris, onde trabalhava com obras de amigos como Salvador Dalí e Jean Cocteau. O crack de Nova York, em 1929, quebrou seu pai também. A galeria é vendida, Dior adoece e só volta à cena em 1935, como figurinista do jornal Le Figaro. Dali passa a assistente de Robert Peguet e Lucien Lelong, costureiros cujo currículo tem importância mais pela participação de Dior e Pierre Balmain do que por eles mesmos. Em 1947, torna-se independente e abre sua maison, financiado pelo esperto business man Marcel Boussac."

"A ênfase de seus sapatos estava no equilíbrio entre o conforto e a manutenção da técnica artesanal contra a onda dos sapatos feitos na máquina (cujo preço inferior não justificava, para ele, a perda de qualidade). Estudou anatomia e, ao aprender que todo o peso do corpo recai direto sobre o arco do pé, inseriu uma chapinha de metal no sapato para dar melhor suporte. Em 1927, diante da dificuldade de encontrar mão de obra para atender seus clientes de Hollywood, Ferragamo volta para Itália, onde acaba desenvolvendo um sistema inédito de produção, mantém seus clientes famosos, conquista novos e faz sua marca se tornar sinônimo de um sapato bem feito, mas a crise de 1929 o obriga a encerrar os negócios."

"Coco Chanel entrou na moda em 1910 e acabou seu sinônimo quando se trata de século XX. Seu nome até hoje é símbolo de elegância, simplicidade e, acima de tudo, estilo. Sua fama é inegável, embora lhe atribuam autoria do que foi apenas apenas popularizado por ela: abolição do corset para a mulher (Paul Poiret e Madeleine Vionnet fizeram antes), calça feminina (Poiret fez antes) e perfume assinado por um criador (Poiret de novo). Não é à toa que Poiret reagia, acusando-a de suscitar o "luxo da miséria", que a história retificou como "luxo da simplicidade". 


Livro: Pelo mundo da moda: criadores, grifes e modelos
Autor: Lilian Pacce
Editora: Senac
Número de páginas: 527
ISBN: 978-85-396-0368-8
Ano da Edição: 2013 - 4ª edição




Posts Relacionados:










Diante de tantas distrações é preciso organização para manter o ritmo de leitura. Eu mantenho minhas leituras em dia por intermédio da organização e por isso já indiquei mais de uma centena de livros no blog. Para isso, desenvolvi esse material de apoio pois dessa forma você conseguirá exercitar a disciplina da leitura. 


                                                Material de apoio: Quero ler mais este ano!






Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

No Instagram: @svdanielle

No Facebook: @svdanielle (Promoções e informações)

No Facebook: @sobremarmita (Receitas saudáveis, reflexões, produtos e livros)

No Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!





Abaixo o banner da Stanley que é um anunciante aqui do blog. A Stanley é uma marca de produtos térmicos que oferece uma ampla gama de equipamentos de alta qualidade. São opções ideais para qualquer momento, seja no escritório ou em viagens de aventura. Há mais de 100 anos, o pilar da marca é o com nossos valores fundamentais: durabilidade, que temos e comprometimento. Os produtos são feitos para durar. Se é feito para durar tem tudo a ver aqui com o blog! Clica no banner e vai lá espiar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos