Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Introdução à economia: Tradução da 6ª edição norte-americana

 


Sim, esse é um blog cujo tema principal é Planejamento e Gestão! Sim, você encontra por aqui mais de uma centena de indicações de livros porque ler e se atualizar constantemente faz parte do cotidiano de quem trabalha com liderança. Mesmo para quem não trabalha com planejamento e gestão a leitura e atualização frequente é muito relevante para vida profissional. Ler diversos e diferentes temas colabora com a visão ampla tão importante para tomada de decisão.

Gosto muito desse livro e dois aspectos que me chamam atenção é a forma prática que ele é apresentado e como o autor explana os temas. É um livro muito interessante e comparado a alguns outros sobre o mesmo tema esse a leitura é mais simples e a abordagem mais aplicável. Sim, um livro de Introdução à Economia com 824 páginas por aí podemos entender a complexidade dessa ciência.



Na contracapa do livro: O estudo de economia é um dos mais fascinantes e complexos de todas as ciências. Constitui-se, portanto, em estimulante desafio o domínio dos seus princípios fundamentais, conjugados com a necessidade do entendimento das inúmeras dificuldades com que a economia global vem se defrontando. Para melhorar compreender o mundo e poder participar ativamente dele é preciso ter à mão um manual completo e atualizado. Esta obra, além dos ferramentais consagrados, dispõe também das mais recentes descobertas da economia e dos instrumentos de política econômica para utilizá-la.

Pensando nisso, N. G. Mankiw escreveu, em linguagem clara e amigável, Introdução à economia, levando em conta três razões principais que, segundo ele, o estudante tem para aprender economia: entender o mundo em que vive; ser um participante mais perspicaz da economia; e compreender melhor os potenciais e os limites da política econômica.


Para atingir esses objetivos, o autor, além de uma metodologia eficaz de ensino, empregou diversas ferramentas de aprendizagem efetiva que se repetem ao longo do livro, como Saiba mais sobre..., estudos de caso, notícias, conceitos-chave, testes rápidos, resumos, questões para revisão, problemas e aplicações e glossário. Para tanto, na 6ª edição do livro muitos conceito novos foram introduzidos e outros tantos revistos e atualizados; proporcionando, assim, uma forma eficiente e integrada para a autoavaliação do domínio da matéria, além de tomar a aprendizagem mais atraente, rápida e eficaz. 

Além disso, o autor, que é professor de economia da Harvard University, procedeu na obra a ampla exposição das causas e consequências da recessão de 2008-2009 e da crise financeira que a antecedeu. Descreve, também, nesse contexto, os novos instrumentos que vêm sendo utilizados para a eliminação do desemprego e a retomada do crescimento econômico sustentável - instrumentos cuja utilização perdura até hoje. Por tudo isso, a obra consagrada em todo o mundo como o mais completo e efetivo manual de introdução à economia deve continuar sendo o livro mais procurado e adquirido por estudantes, professores e outros interessados em economia.

Aplicações: Livro-texto destinado aos cursos de graduação em Economia e Administração, Ciências Contábeis e outros cursos que ministram a matéria, constituindo leitura fundamental para administradores, economistas e demais interessados em aprimorar e expandir o conhecimento na área.


Sobre o autor: N. Gregory Mankiw é professor de economia na Harvard University. Estudou Economia na Princeton University e no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Leciona Macroeconomia, Microeconomia, Estatatística e Princípios de Economia. Há muito tempo, chegou a ser instrutor de iatismo em Long Beach Island. 

Escritor prolífico, o professor Mankiw participa regularmente de debates acadêmicos e políticos. Tem trabalhos publicados em jornais especializados, como o American Economic Review, Journal of Political Economy e Quarterly Journal or Economics, além de outras publicaçãoes mais populares, como The New York Times e The Wall Street Journal. Também é autor do best-seller Macroeconomia (Worth Publishers), manual de nível intermediário. Além de lecionar, pesquisar e escrever, Mankiw é pesquisador associado do National Bureau of Economic Research, conselheiro do Federal Reserve Bank de Boston e do Congressional Budget Office, e membro do comitê de desenvolvimento de testes do Educational Testing Service (ETS), para o exame Advanced Placement em economia. Entre 2003 e 2005, foi presidente do Conselho de Assessores Econômicos da presidência do governo de George W. Bush. 

Mankiw mora em Wellesley, Massachusetts, com a esposa, Deborah, três filhos, Catherine, Nicholas e Peter, e o cachorro Tobin, um border terrier.



O livro está dividido em 8 partes:

PARTE I

INTRODUÇÃO I

- Capítulo 1
Dez Princípios de economia 

- Capítulo 2
Pensando como um economista

- Capítulo 3
Interdependência e ganhos comerciais 

PARTE II

COMO FUNCIONAM OS MERCADOS 

- Capítulo 4
As forças de mercado da oferta e da demanda 

- Capítulo 5 
Elasticidade e sua aplicação 

- Capítulo 6
Oferta e demanda e políticas do governo 

PARTE III

MERCADOS E BEM-ESTAR 

- Capítulo 7
Consumidores, produtores e eficiência dos mercados

- Capítulo 8
Aplicação: os custos da tributação

- Capítulo 9
Aplicação: comércio internacional

PARTE IV

A ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO 

- Capítulo 10
Externalidades

- Capítulo 11
Bens públicos e recursos comuns

- Capítulo 12
A concepção do sistema tributário

PARTE V

COMPORTAMENTO DA EMPRESA E ORGANIZAÇÃO DA INDÚSTRIA

- Capítulo 13
Os custos de produção

- Capítulo 14
Empresas em mercados competitivos

- Capítulo 15
Monopólio 

- Capítulo 16
Competição monopolística

- Capítulo 17
Oligopólio

PARTE VI

A ECONOMIA DOS MERCADOS DE TRABALHO

- Capítulo 18
Os mercados de fatores de produção

- Capítulos 19
Ganhos e discriminação 

- Capítulo 20
Desigualdade de renda e pobreza

PARTE VII

TÓPICOS DE ESTUDOS AVANÇADOS 

- Capítulo 21
A teoria da escolha do consumidor 

- Capítulo 22
Fronteiras da microeconomia

PARTE VIII

DADOS MACROECONÔMICOS

- Capítulo 23
Medindo a renda nacional

- Capítulo 24
Medindo o custo de vida 


PARTE IX

A ECONOMIA REAL NO LONGO PRAZO

- Capítulo 25
Produção e crescimento 

- Capítulo 26
Poupança, investimento e sistema financeiro

- Capítulo 27
As ferramentas básicas das finanças 

- Capítulo 28
Desemprego 


PARTE X

MOEDA E PREÇOS NO LONGO PRAZO 

- Capítulo 29
O sistema monetário

- Capítulo 30
Crescimento da moeda e inflamação


PARTE XI

A MACROECONOMIA DAS ECONOMIAS ABERTAS

- Capítulo 31 
Macroeconomia das economias abertas: conceitos básicos 

- Capítulo 32
Teoria macroeconômica da economia aberta 


PARTE XII

FLUTUAÇÕES ECONÔMICAS NO CURTO PRAZO

- Capítulo 33
Demanda agregada e oferta agregada

- Capítulo 34
A influência das políticas monetária e fiscal sobre a demanda agregada

- Capítulo 35
O tradeoff entre inflação e desemprego no curto prazo


PARTE XIII

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

- Capítulo 36
Seis debates sobre a política macroeconômica 


Livro: Introdução à economia - Tradução da 6ª edição norte-americana
Autor: N. Gregory Mankiw
Ilustradora: María Hesse
Tradutores: Allan Vidigal Hastings, Elisete Paes e Lima e Ez2 Translate
Editora: Cengage Learning
Número de páginas: 824
ISBN 13: 978-85-221-1186-2
ISBN 10: 85-221-1186-3
Edição: 2014




Posts Relacionados





Sarney: biografia



Diante de tantas distrações é preciso organização para manter o ritmo de leitura. Eu mantenho minhas leituras em dia por intermédio da organização e por isso já indiquei mais de uma centena de livros no blog. Para isso, desenvolvi esse material de apoio pois dessa forma você conseguirá exercitar a disciplina da leitura. 


                                                Material de apoio: Quero ler mais este ano!





Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos