Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Inglês para Administração e Economia


Sim, esse é um blog cujo tema principal é Planejamento e Gestão! Sim, você encontra por aqui diversas indicações de livros porque ler e se atualizar constantemente faz parte do cotidiano de quem trabalha com liderança. Mesmo para quem não trabalha com planejamento e gestão a leitura e atualização frequente é muito relevante para vida profissional. Ler diversos e diferentes temas colabora com a visão ampla tão importante para tomada de decisão.

Gosto muito desse livro pois ele incentiva a escrita - o que, hoje em dia, fazemos muito pouco: escrever exercita inúmeras habilidades. 

Contracapa do livro: Inglês para Administração e Economia tem como objetivo dar ao aluno a oportunidade de aprender inglês ao mesmo tempo que aborda temas ligados à sua futura área de trabalho.



Contracapa - Este livro apresenta: 

  • Lições estruturadas de modo que o conhecimento da língua seja desenvolvido passo a passo.
  • Textos precedidos de atividades de aquecimento que ajudam o aluno a prever o conteúdo e a discutir o vocabulário novo.
  • Variedade de estratégias de leitura que permitem ao aluno no passar da leitura de inspeção à leitura crítica.
  • Atividades que levam à assimilação e consolidação de novos conhecimentos de forma lúdica e participativa, conduzindo o aluno à autonomia na aprendizagem e à capacidade de ler e interpretar textos criticamente.
  • Abordagem Lexical utilizada na prática do vocabulário que facilita o reconhecimento dos novos vocábulos e a aprendizagem da co-ocorrência das palavras em língua inglesa.
  • Atividades de reflexão sobre o aprendizado que dão ao aluno a oportunidade de revisar estratégias e conteúdos apresentados em cada lição.
Os alunos e professores que utilizarem este livro terão a sensação de que o estudo instrumental da língua inglesa pode ser algo instigante, divertido e prazeroso.



O Sumário para que você conheça os temas:

- Mapa do livro
- Apresentação
- Lesson 1 - Testing what you know
- Lesson 2 - Predicting meanings and identifying text genres
- Lesson 3 - It's your business!
- Lesson 4 - Business enterprise
- Lesson 5 - Let's get down to more business!
- Lesson 6 - Business cycles and fluctuations
- Lesson 7 - Adam Smith
- Lesson 8 - Our future lifestyles
- Lesson 9 - Fundamental factors in production
- Lesson 10 - Different types of business organization
- Lesson 11 - Language and globalization
- Lesson 12 - Ethics in business - Review
- Lesson 13 - Your desk
- Lesson 14 - Management theories
- Lesson 15 - MBA
- Lesson 16 - The job interview
- Lesson 17 - Marketing
- Lesson 18 - Low-cost promotion
- Lesson 19 - Money
- Lesson 20 - Banking
- Lesson 21 - The stock market
- Lesson 22 - Cultural differences
- Lesson 23 - Discrimination in the workplace
- Lesson 24 - Financial statements - Final review
Answer Key
Referências bibliográficas



Apresentação (pág. 17 e 18) -

 Aos alunos e professores 

O pressuposto básico do ensino-aprendizagem de inglês instrumental em cursos técnicos e universitários tem se pautado no desenvolvimento de estratégias de leitura. Com foco neste objetivo, este livro foi projetado para ser utilizado em um programa de até 70 horas semestrais de inglês instrumental para os cursos das áreas de Administração e Economia e suas diversas modalidades. 

Fruto de um projeto de pesquisa desenvolvido no Grupo de Pesquisa em Linguística Aplicada ao Ensino/Aprendizagem de Línguas Estrangeiras do Departamento de Letras Germânicas da Universidade Federal da Bahia e no Departamento de Ciências Humanas da Universidade do Estado da Bahia, a presente obra baseia-se em resultados de pesquisas recentes sobre o ensino de de línguas estrangeiras e sobre a leitura e os seus múltiplos aspectos. Estes estudos estão centrados na aquisição e no processamento da leitura, na teoria de esquemas e nas estratégias de leitura par uso instrumental da língua estrangeira. 

Os autores concebem a leitura como um processo de interação entre o o texto e o leitor e como a habilidade linguística ideal para a apreensão de vocabulário e sintaxe em contextos significativos, permitindo ao aprendiz mais tempo para a resolução de problemas e assimilação das novas informações apresentadas. A leitura, tanto na língua materna quanto em línguas estrangeiras, é fundamental à obtenção de informações e à expansão do conhecimento em diversas instâncias da vida cotidiana, em qualquer nível de estudos e em qualquer área de conhecimento. Além disso, é um dos meios através dos quais podemos obter diversos tipos de informações para a vida acadêmica e profissional. Ao enfatizarmos a leitura como a principal habilidade a ser desenvolvida em língua inglesa para um curso técnico e/ou universitário, nós levamos em conta o número de alunos por turma e a metodologia mais apropriada a grandes grupos. As estratégias aqui desenvolvidas permitem ao aluno passar da leitura inspecional (que visa a tomar conhecimento do conteúdo geral do texto) à leitura analítica (que visa a apreender e criticar a estrutura orgânica do texto, sua coerência informativa e seu valor de opinião) através através das relações textuais, contextuais/ pragmáticas e intertextuais, buscando a assimilação e consolidação de novos conhecimentos a partir do somatório de conhecimentos a partir do somatório de conhecimentos prévios do leitor, conforme teorias recentes.

Para a realização deste livro, buscamos identificar os objetivos do ensino-aprendizagem de leitura instrumental em idioma estrangeiro e analisamos os conteúdos programáticos do ensino instrumental da língua inglesa em termos de sua adequação aos fins que se destinam. Em seguida, definimos as estratégias, estruturas gramaticais, exercícios de expansão vocabular e atividades de leitura e compreensão textual apropriadas ao ensino aprendizagem de inglês instrumental dentro de uma perspectiva contextualizada e lúdica. Após identificarmos as etapas da leitura e avaliarmos a estratégias e atividades pertinentes a cada uma, observamos os papéis do aluno e do professor na realização das atividades de leitura, visando sempre a ativar o raciocínio crítico do aluno e a torná-lo um aprendiz autônomo e participativo. Acreditamos que um dos momentos importantes na aprendizagem seja aquele em que o aluno tem a oportunidade de refletir sobre o que aprendeu de modo a tornar-se mais consciente do seu processo. Por isso, achamos importante, ao final de cada lição, acrescentar um momento de reflexão com a seção REFLECTING UPON WHAT YOU LEARNED. Entendemos também que aprender implica em prática, mas essa prática não tem que ser necessariamente maçante. Assim, o vocabulário das lições é sempre praticado de forma divertida para que o aluno possa, de forma inteligente e prazerosa, ter maior controle sobre o seu conhecimento. 

Esperamos que este livro sirva como uma troca lúdica de conhecimentos entre alunos e professores e que contribua para a transformação de suas aulas em algo divertido, instigante, prazeroso e inteligente. Adelaide Oliveira e Décio Torres Cruz 


Sobre os autores pág. 09 e 10.

Décio Torrez Cruz é doutor em Literatura Comparada pela State Iniversity of New York em Buffalo. Foi bolsista da Comissão Fulbright nos Estados Unidos entre 1995-1997, onde defendeu tese sobre literatura e cinema. É mestre em Teoria da Literatura, especialista em tradução e bacharel em Letras, com concentração em língua e literatura de língua inglesa, pela Universidade Federal da Bahia. 

Em 1994, participou como convidado do governo americano e bolsista dos Companheiros das Américas do Programa Professor Residente do Instituto de Línguas ELS localizado na Universidade St. Joseph's, na Filadélfia, Estados Unidos, onde lecionou e fez pesquisas sobre metodologias de ensino de línguas estrangeiras.

É autor dos livros Inglês para turismo e hotelaria e inglês.com.textos para informática, publicados pela Disal Editora e O pop: literatura, mídia e outras artes e publicado pela Quarteto. Possui vários trabalhos publicados no Brasil e nos Estados Unidos (contos, crônicas, poemas, traduções, artigos e ensaios sobre áreas diversas como cinema, arte, teatro, literatura, linguística, tradução, estudos culturais, e metodologia do ensino de língua inglesa). 

Ensina inglês instrumental para diversas áreas há mais de 15 anos. Possui ainda larga experiência em tradução oral e escrita, no ensino de língua inglesa e de metodologia do ensino de línguas estrangeiras e treinamento de professores de língua inglesa. Atuou como coordenador de cursos e de atividades culturais de vários institutos de idiomas da Bahia e do Rio de Janeiro; possui também experiência como ator e diretor teatrol, tanto na Bahia quanto no Rio de Janeiro, e também nos Estados Unidos.

Atualmente lidera o grupo de estudos em Ensino-Aprendizagem de Inglês Instrumental, ligado ao Grupo de Pesquisa em Linguística Aplicada ao Ensino-Aprendizagem de Línguas Estrangeiros e coordena o grupo de Literatura Comparada e Estudos Culturais, ambos do Departamento de Letras Germânicas da Universidade Federal da Bahia. Leciona as disciplinas Análise do Discurso, Estudos Culturais, e Estudos de Expressões Indentitárias no Programa de Pós-Graduação em Letras da UFBA, onde é Professor Adjunto. Ensina ainda na UNEB e na Faculdade Ruy Barbosa. 

Adelaide P. de Oliveira é doutoranda em Linguística Aplicada pela Universidade Federal da Bahia e faz pesquisa na área de desenvolvimento de competência comunicativa intercultural no ensino de inglês. É mestre em TESOL pela School for International Training e escreveu sua tese de mestrado em Aquisição de Inglês como Segunda Língua. É especialista em Linguística e bacharel em Letras pela Universidade Federal da Bahia. 

É responsável pelo treinamento de examinadores orais dos exames de proficiência da Universidade de Cambridge, inclusive do BEC (Business English Certificate), em Salvador onde os testes são aplicados duas vezes por ano. Também é responsável pelo curso de capacitação de professores desta mesma universidade, ICELT (In-service Certificate in English Language Teaching). Tem alguns trabalhos publicados em revistas nacionais e internacionais, além de diversos trabalhos e cursos apresentados em congressos, seminários e conferencias regionais, nacionais e internacionais. 

Leciona língua inglesa em institutos de línguas há mais de 30 anos e a partir de 2000 passou a lecionar inglês instrumental em universidades. Atuou como coordenadora dos principais institutos de língua de Salvador, durante quase 30 anos, onde também lecionou em diversos cursos, além de ser a responsável pelo treinamento de professores, tanto e pre-service quanto em in-service.

Atualmente ensina no curso de Letras da Universidade do Estado na Bahia (UNEB) e na Cultura Inglesa de Salvador.


Livro: Inglês para administração e economia
Autores: Décio Torres Cruz e Adelaide Oliveira
Editora: Disal
Número de páginas: 240
ISBN: 978-85-89533-69-0
Edição: 2007






Posts Relacionados:










Diante de tantas distrações é preciso organização para manter o ritmo de leitura. Eu mantenho minhas leituras em dia por intermédio da organização e por isso já indiquei mais de uma centena de livros no blog. Para isso, desenvolvi esse material de apoio pois dessa forma você conseguirá exercitar a disciplina da leitura. 


                                               Material de apoio: Quero ler mais este ano!




Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

Instagram: @svdanielle

Facebook: @svdanielle (Descontos e informações)

Tik Tok: @sv.danielle

Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos