Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Personal branding: Construindo sua marca pessoal




Esse é um livro propício para quem deseja repensar a vida enquanto profissional administrador de sua própria carreira. Isso independe de onde o profissional em questão trabalha e de qual profissão exerce, pois não é um livro para avaliar a vida profissional e sim o profissional que está guiando essa vida. Será que você age de acordo com o profissional que deseja ser? Será que você faz todo o necessário para estar onde deseja estar profissionalmente?





É um livro muito bom para refletir, analisar e colocar em prática algumas atitudes que cada um julga necessária para vida profissional. Olhar para si e responder as questões que o autor propõe podem ser de muita utilidade para quem deseja ser um profissional melhor ou precisa se reinventar. Depois que você ler os capítulos e partes do livro vai querer ler na íntegra e tem toda razão pois é um livro que pode colaborar muito com mudanças e avanços. Para facilitar, no final do texto estarão os links da Amazon direto para o livro para que você possa adquirir.


O Livro está dividido nos seguintes capítulos:

Capítulo 1: Carreiras desgovernadas. Profissionais perdidos. Marcas pessoais sem valor.

Capítulo 2: Você no controle do seu maior patrimônio, a sua marca pessoal.

Capítulo 3: O poder dos objetivos

Capítulo 4: Agir como uma empresa ativista na construção e na gestão de sua marca pessoal

Capítulo 5: Conquiste poder para a sua marca pessoal

Capítulo 6: Estratégias para alavancar a sua marca pessoal

Capítulo 7: Estabeleça um foco para sua marca pessoal

Capítulo 8: Conhecimento pessoal e percepção de marca

Capítulo 9: Estratégia para a sua marca pessoal

Capítulo 10: Construa valor por redes de contato

Capítulo 11: Dez leis que determinam a vida ou a morte para sua marca pessoal

Capítulo Final: Diferenciação ou extinção, infelizmente, isso não é opcional


Passagens do livro:

Uma em especial logo me identifiquei com Arthur Bender e gostei muito, porque acredito no poder do voluntariado. Além disso foi escrita por alguém que tenho um carinho imenso pois foi com ela que aprendi as primeiras lições importantes, ainda no começo dos anos dois mil, e diz o seguinte: "Agradecemos de todo coração ao escritor Arthur Bender por acreditar no trabalho voluntário e ser um praticante dele, percebendo-o como uma missão de mudança, de transformação do ser humano no campo espiritual e na vida cotidiana." Essa frase é parte de uma mensagem da Presidente da Parceiros Voluntários: Maria Elena Johannpeter 

"Há pessoas que já abriram mão da felicidade, da realização profissional e só pensam agora na sobrevivência. Os cargos que ocuparam, em vez de os alavancar para cima, acabam sendo o limitador para novas experiências. Eles pensam: "É o que sei fazer...é o que está no meu currículo, agora não tem mais volta...não sei como fiquei naquela empresa por dois anos, mas acabei nesse segmento e agora é a referência que tenho para conseguir um novo emprego...". E aí se vão mais alguns anos."

"Eu falo aqui de coisas simples. De investimentos práticos que dependem muito mais de boa vontade do que de recursos financeiros. De iniciativas práticas que dependem muito mais de boa vontade do que de recursos financeiros. De iniciativas que podem lhe dar visibilidade e novas oportunidades. Você acha que é difícil fazer isso? Que não existem essas oportunidades gratuitas, assim? Então eu lhe pergunto o seguinte: quantas vezes você foi à universidade em que se formou e se ofereceu para dar uma palestra gratuita para os alunos do curso em que se graduou, levando um pouco da sua experiência de mercado e de conhecimento prático?"

"Agora reflita sobre o seu negócio. Olhe para o lado. Olhe ao redor, no escritório. Avalie o seu setor. Pense nos seus produtos e serviços. Pense na sua entidade. Reflita sobre sua marca pessoal e sua carreira. Você está enxergando alguma coisa diferente? Está fazendo alguma diferença? Você faz diferença?"


Autor: Arthur Bender
Editora: Integrare 
Número de páginas: 272
ISBN: 978-85-99362-41-9
Ano da Edição Digital: 2009


Posts Relacionados:









Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

No Instagram: @svdanielle

No Facebook: @svdanielle (Descontos e informações)

No Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

No Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos