Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Mentes ansiosas: O medo e a ansiedade nossos de cada dia (Material de apoio exclusivo na loja)


Sim, esse é um blog cujo tema principal é Planejamento e Gestão! Sim, você encontra por aqui diversas indicações de livros porque ler e se atualizar constantemente faz parte do cotidiano de quem trabalha com liderança. Mesmo para quem não trabalha com planejamento e gestão a leitura e atualização frequente é muito relevante para vida profissional. Ler diversos e diferentes temas colabora com a visão ampla tão importante para tomada de decisão.

Gostei muito do Livro "Mentes Ansiosas": didático, útil e atual. Não apenas para as pessoas muito ansiosas mas para quem convive com elas. Escrito por uma expert no assunto é uma obra para ler com atenção pois é possível aprender sobre o tema. 

Contracapa do livro: Neste livro, a doutora Ana Beatriz Barbosa Silva une sua prática clínica em psiquiatria a sua experiência como escritora. Através de relatos de pacientes e leitores, a autora explica as muitas facetas de um mal que atinge cada vez mais pessoas e oferece possibilidades de tratamento para aqueles que sofrem com a ansiedade e o medo exacerbados.


Contracapa do livro: Vivenciar o medo e sentir-se ansioso são partes da experiência humana. Porém, em excesso, o medo pode se tornar um sentimento paralisante que gera diversos transtornos. Níveis elevados de estresse, dificuldades para dormir, ataques de pânico e batimentos cardíacos acelerados são alguns dos muitos sintomas que atingem pacientes com ansiedade debilitante.


O livro está dividido em 18 capítulos:

Capítulo 1 - Ansiedade do ser

Capítulo 2 - Amores em tempos ansiosos: a ansiedade nas relações afetivas

Capítulo 3 - A ansiedade dos insones: o que fazer para melhorar o sono

Capítulo 4 - De super-humanos a superadoecidos: quando a ansiedade liga doenças

Capítulo 5 - Violência, medo e ansiedade: um trio inseparável

Capítulo 6 - Medo, ansiedade, estresse e transtornos de ansiedade: quando um começa e outro termina

Capítulo 7 - Transtorno de ansiedade generalizada (TAG): preocupação excessiva que não nos abandona

Capítulo 8 - Transtorno do pânico: apenas a ponta do iceberg

Capítulo 9 - Ansiedade: o combustível para as compulsões

Capítulo 10 - Fobia social: a timidez que traz sofrimento

Capítulo 11 - Fobia escolar: quando ir à escola vira um tormento

Capítulo 12 - Fobias específicas: quando o medo é desproporcional e incompreensível

Capítulo 13 - Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT): o flashback do tormento 

Capítulo 14 - Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): o planalto da ansiedade

Capítulo 15 - Tratamentos não medicamentosos essenciais para superar a ansiedade

Capítulo 16 - Como melhorar a ansiedade por meio da alimentação

Capítulo 17 - De onde vem tudo isso? As causas do medo e da ansiedade, e seus impactos na saúde 

Capítulo 18 - É preciso saber viver


Sobre a autora: Ana Beatriz Barbosa Silva é médica graduada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) com residência em psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É professora honoris causa pela UniFMU - SP e diretora da clínica Ana Beatriz Barbosa Silva - Comportamento Humano e Psiquiatria (RJ). 

Nascida na cidade do Rio de Janeiro, Ana Beatriz é referência nacional no tratamento dos transtornos mentais. Realiza palestras, conferências e consultorias em todo o país sobre variados temas do comportamento humano é autora de diversos livros, entre eles Mentes depressivas: as três dimensões da doença do século, Mentes perigosas: o psicopata mora ao lado, Mentes consumistas: do consumismo à compulsão por compras, Bullying: mentes perigosas nas escolas e Mentes inquietas - TDAH: desatenção, hiperatividade e impulsividade, todos publicados pelo selo Principium.



Contracapa do livro: A velocidade acelerada em que o mundo globalizado funciona acaba afetando de maneira negativa a vida dos indivíduos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) atesta que os transtornos de ansiedade atualmente são as doenças metais mais comuns, à frente dos casos de depressão.

Orelha do livro: Todos já passaram por episódios de medo, estresse e ansiedade - e todos conhecem pessoas próximas que também vivenciam esses sentimentos. Contudo, é cada vez mais comum o agravamento de casos de ansiedade a ponto de se tornarem patologias. Nos EUA, 18% da população sofre atualmente de algum tipo de transtorno de ansiedade. Os dados são alarmantes e indicam um problema de toda a sociedade. 

Esta é também uma questão temporal. Pesquisas indicam que os índices de ansiedade vêm aumentando ao longo de décadas, tanto entre profissionais quanto entre estudantes e até mesmo crianças. A ansiedade é um mal que afeta todos os tipos de pessoas - não há barreira de idade ou classe social. Mulheres ainda são as mais afetadas, o que é compreensível quando pensamos no acúmulo de funções sociais e profissionais e em como isto pode colaborar para elevar os níveis de estresse.

Em Mentes ansiosas - o medo e a ansiedade nossos de cada dia, Ana Beatriz Barbosa Silva aborda as diferentes manifestações da ansiedade. A autora apresenta as consequências psicossomáticas para indivíduos que sofrem deste mal: desde problemas físicos, como distúrbios digestivos e doenças cardíacas, até complicações químicas e psicológicas, como o transtorno de estresse pós-traumático, o transtorno de ansiedade. generalizado e o transtorno do pânico.

Através de sua linguagem objetiva e acessível, a psiquiatra analisa a ansiedade, suas causas, seus desdobramentos e apresenta formas de lidar com ela. A autora best-seller, com mais de 2 milhões de livros vendidos, oferece novas possibilidades de compreender e superar as mazelas causadas por estes sentimentos tão comuns e danosos.



Livro - Mentes ansiosas: medo e ansiedade nossos de cada dia
Autora: Ana Beatriz Barbosa Silva; colaboração Lya Ximenez
Editora: Principium
Número de páginas: 296
ISBN: 978-85-250-6508-7
Ano da Edição: 2017

Por fim, é um livro muito enriquecedor para o cotidiano. Vou terminar com uma frase muito pertinente com o assunto do livro e que está descrita nele: "O que não me mata me fortalece". Friedrich Nietzsche.




Posts Relacionados:










Diante de tantas distrações é preciso organização para manter o ritmo de leitura. Eu mantenho minhas leituras em dia por intermédio da organização e por isso já indiquei mais de uma centena de livros no blog. Para isso, desenvolvi esse material de apoio pois dessa forma você conseguirá exercitar a disciplina da leitura. 


                                               Material de apoio: Quero ler mais este ano!







Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:


 

Abaixo banner da evino que é um anunciante aqui do blog. Se você gosta de vinhos assim como nós: vai gostar de ver a variedade de rótulos que a evino oferece. Clica no banner e vai ver!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos