Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

Administração de Recursos Humanos


Sim, esse é um blog cujo tema principal é Planejamento e Gestão! Sim, você encontra por aqui diversas indicações de livros porque ler e se atualizar constantemente faz parte do cotidiano de quem trabalha com liderança. Mesmo para quem não trabalha com planejamento e gestão a leitura e atualização constante é muito relevante para vida profissional. O livro em questão foi escrito por três autores de muita relevância profissional: prática e acadêmica, portanto é uma obra que pode colaborar com estudantes e com profissionais que estão na prática do gerenciamento de suas equipes. É um livro com autores cuja experiência é na cultura Americana, porém com a maioria dos ensinamentos relevantes para diversas culturas.

Sobre o livro e suas aplicações: "Livro-texto para a disciplina administração de recursos humanos nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Comércio Exterior, Turismo, Comunicação Social, Psicologia e outros que incluam gestão de recursos humanos ou gestão de pessoas em seus currículos. Leitura introdutória para os cursos de especialização em Administração de Recursos Humanos."


Sobre o Livro e suas aplicações: "O papel dos gerentes de Recursos Humanos já não se limita mais a funções de serviços do tipo recrutamento e seleção de funcionários. Hoje, os gerentes dessa área assumem papel ativo na tomada de decisões e no planejamento estratégico de suas empresas.

Administração de Recursos Humanos traz um enfoque claro das mudanças que estão ocorrendo em todos os níveis gerenciais. Tem como orientação a aplicação prática e a apresentação de situações reais, propiciando o desenvolvimento da análise crítica de RH. Casos, dicas e sugestões oferecem formas efetivas de lidar com problemas de comunicação, liderança, disciplina, recompensa por desempenho e outros aspectos da administração de RH. A obra tem como foco o papel de RH dos gerentes, sem excluir o impacto e a importância do papel do departamento de RH no desenvolvimento, na coordenação e no cumprimento de políticas e procedimentos relacionados às funções de RH."


Sobre os autores: 

1) George W. Bohlander: "é professor de Administração na Arizona State University. Leciona programas de desenvolvimento para graduados, pós-graduados e para executivos no campo de recursos humanos e relações de trabalho. Suas áreas de especialidade incluem legislação trabalhista, treinamento e desenvolvimento, equipes de trabalho, política pública e relações trabalhistas. Possui seis prêmios destacados de ensino na ASU e o Outstanding Undergraduate Teaching Excellence Award, dado pelo College of Business em ASU. Em 1996, dr. Bohlander recebeu o prestiogioso ASU Parents Association Professorship por suas contribuições aos estudantes e ao ensino.

Dr. Bohlander é um pesquisador e autor ativo. Publicou mais de 50 artigos e monografias, abrangendo vários tópicos na área de recursos humanos - da cooperação entre gerência e trabalhadores ao treinamento de equipe. Seus artigos aparecem em revistas acadêmicas e especializadas como Labor Studies Jornal, HRMagazine, Labor Law Journal, Journal of Collective Negotiations in the Public Sector, Public Personnel Management, National Productivity Review, Personnel, Employee Relations Law Journal e Journal of Individual Employment Rights.

Antes de iniciar sua carreira docente, dr. Bohlander trabalhou como gerente de Recursos Humanos para a General Telephone Company da Califórnia. Suas tarefas incluíam recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, igualdade das oportunidades de trabalho e relações trabalhistas. Ele foi muito atuante na solução de queixas trabalhistas de funcionários e na preparação de arbritagem. Dr. Bohlander continua a atuar como consultor de empresas do setor público e privado, e tem trabalhado com empresas como a U.S. Postal Service, a Kaiser Cement, a McDonnell Douglas, Arizona Public Service, American Productivity Center, Rural Metro Corporation, BFGoodrich e Del Webb. É também ativo árbitro trabalhista. Recebeu seu Ph.D. da University of Califórnia em Los Angeles e seu MBA da University of Southern Califórnia.

2) Scott A. Snell: "é professor de Administração na Pennsylvania State University. Durante sua carreira, ministrou cursos de gerenciamento de recursos humanos, princípios de administração e gestão estratégica para graduados, pós-graduados e executivos. Alémde lecionar, também atua como diretor de pesquisa do Institute for the Study of Organizational Effectiveness do Penn State. 

Como consultor de indústria, o professor Snell tem trabalhado com empresas como a Arthur Andersen, a At&T, a GE, a IBM e a Shell Chemical, reformulando os sistemas de recursos humanos, de modo a lidar com as mudanças no ambiente competitivo. Sua especialização é o realinhamento do preenchimento de cargos, treinamento e sistemas de recompensa para complementar tecnologia, qualidade e outras iniciativas estratégicas. Recentemente, seu trabalho tem se centrado no desenvolvimento do capital humano como fonte de vantagem competitiva.

A pesquisa do dr. Snell tem sido publicada em: Academy of Management Journal, Academy of Management Review, Human Resourse Management Review, Industrial Relations, Journal of Business Research, Journal of Management, Journal of Managerial Issues, Organizational Dynamics, Organization Studies, Personnel Administrator, Personnel Psychology, Strategic Management Journal e Working Woman. Com Thomas S. Bateman ele é também co-autor de Management: Building Competitive Human Resource Management Advantage. Além disso, fez parte dis conselhos editoriais do Journal of Managerial Issues, Digest of Management Research, Human Resource Management Review, Human Resource Management e Academy of Management Journal. 

É bacharel em psicologia pela Miami University (Ohio) e MBA e Ph.D. em administração de empresas pela Michigan State University. Suas associações profissionais incluem a Strategic Management Society. Academy of Management e a Society for Human Resource Management."

3) Arthur W. Sherman, Jr.: é professor de Psicologia na California State University, Sacramento. Durante a maior parte de sua carreira acadêmica, ministrou cursos para graduados e pós-graduados em psicologia organizacional, psicologia de pessoal, gestão de recursos humanos, testes psicológicos e desenvolvimento profissional em psicologia. Dr. Sherman trabalhou como consultor para diversas empresas, inclusive o Department of Consumer Affairs of the State of California e o Social Security Administration. Participa de seminários e workshops há 12 anos consecutivos, como palestrante no programa de desencolvimento gerencial conduzido pela CSUS School of Business Administration para o governo federal. Atuou durante mais de 20 anos como psicólogo clínico licenciado, especializando-se em aconselhamento de carreira. 

É co-autor deste livro, bem como de Personnel Practices of American Companies in Europe, publicado pela American Management Association. 

Como graduado, freqüentou a Oberlin College e a Ohio University, sendo bacharel em psicologia pela Ohio University. É mestre pela Indiana University e Ph.D. em psicologia industrial e aconselhamento pela The Ohio State University. É membro de várias associações, entre elas a American Psychological Association, a Society for Industrial and Organizational Psychology e a Academy of Management."



O livro está dividido em 6 partes e 15 capítulos que são elas:

Parte 1: A Gestão de Recursos Humanos em Perspectiva

Capítulo 1: O Desafio da Gestão de Recusos humanos

Parte 2: Atendendo aos Requisitos dos Recursos Humanos

Capítulo 2: Requisitos do Cargo e a Estrutura das Empresas para Atingir a Produtividade dos Recursos Humanos

Capítumo 3: Planejamento e Recrutamento de Recursos Humanos

Capítulo 4: Seleção

Parte 3: Desenvolvendo a Efetividade em Recursos Humanos

Capítulo 5: Treinamento e Desenvolvimento

Capítulo 6: Desenvolvimento de Carreira

Capítulo 7: Avaliação e Aprimoramento do Desempenho

Parte 4: Implementando a Remuneração e a Segurança

Capítulo 8: Gerenciando a Remuneração

Capítulo 9: Recompensas de Incentivo

Capítulo 10: Administração de Programas de Benefícios

Capítulo 11: Segurança e Saúde 

Parte 5: Melhorando as Relações entre Funcionários

Capítulo 12: Direitos do Funcionário e Ação Disciplinar

Capítulo 13: Negociação Coletiva e Administração de Contrato

Parte 6: Expandindo os Horizontes da Gestão de Recursos Humanos

Capítulo 14: Gestão Internacional de Recursos Humanos

Capítulo 15: Criando Sistemas de Trabalho de Elevado Desempenho


Livro: Administração de recursos humanos
Autores: George Bohlander, Scott Snell e Arthur Sherman
Editora: Thomson
Número de páginas: 547
ISBN: 85-221-0317-8 
Edição: 2003

Eu indico um livro para você e você indica um pra mim: se você é da área da área dos Recursos Humanos e tem um livro para me indicar deixa nos comentários vou gostar muito de fazer essa troca com você!



Posts Relacionados:













 Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

Instagram: @svdanielle

Facebook: @svdanielle (Descontos e informações)

Tik Tok: @sv.danielle

Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!

Abaixo banner da Kipling que é um anunciante aqui do blog e que eu sou cliente a mais de uma década. O sucesso começou em 1987, no coração da Antuérpia (Bélgica) com as icônicas bolsas de nylon plissado. Hoje as famosas bolsas e esportes podem ser encontradas por todo o mundo, em 436 lojas Kipling, em 80 países, e podem ser encontradas em outras 7500 lojas, incluindo as melhores lojas de departamento e no site. Clica no banner e vem espiar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos