Pular para o conteúdo principal

Quero receber Newsletter de Danielle SV

* indica obrigatório

Mailchimp intuitivo

O que você faz se seu líder não tem inteligência emocional para lidar com o estresse e a pressão?


As habilidades comportamentais ou "soft skills" são de extrema relevância para o ambiente de trabalho, em muitos momentos até mais determinantes, que as habilidades técnicas.  Habilidades técnicas são, por exemplo, aquelas que aprendemos na escola, na universidade ou em escolas técnicas. Já as habilidades comportamentais envolvem toda nossa experiência de vida e crenças pessoais. Portanto, para mudar o comportamento é preciso primeiro conscientizar a necessidade e daí ir de encontro ao conhecimento, aos profissionais e ao treinamento das novas atitudes para alcançar novos comportamentos. O autoconhecimento faz parte essencial dessa jornada, pois é por intermédio dele que tomaremos consciência das necessidades. O autoconhecimento acontece durante essa tomada de consciência até a ação que forma a conscientização.  Na medida que vamos nos conhecendo melhor, treinando as novas atitudes e  melhorando o comportamento vamos de encontro ao desenvolvimento de inteligência emocional.

Perceba que cada um formará a sua inteligência emocional ao longo da vida pois ela é o resultado do momento de cada um. Sendo assim, não temos o menor gerenciamento acerca da inteligência emocional do outro. Portanto, quando estamos em um ambiente que o líder não desenvolveu a sua inteligência emocional será preciso que coloquemos a nossa em ação. E disso resultará algumas reflexões como, por exemplo: é nesse lugar que quero ou que preciso permanecer nesse momento? será que preciso reavaliar minha vida profissão? Preciso melhorar meu autoconhecimento para saber lidar com essa situação? Preciso pedir ajuda de um profissional? 


Como essa questão leva a muitas reflexões vou te ajudar com a base dessas reflexões -  indicando o livro: A Mente Vencendo o Humor escrito por Dennis Greenberger e Christine A. Padesky que é um livro de Terapia Cognitiva Comportamental. Esse é um livro para preencher e ir entendendo o que são os estados de humor pelos quais passamos ao longo da vida e às vezes de um único dia. Essas reflexões e aprendizados com o livro, também, colaboram com que deseja planejar e gerir suas atividades ou sua empresa. Pois ambas ações demandam de inúmeras "soft skills" para ser exercidas no cotidiano de vida ou de trabalho.

O uso do livro pode colaborar com o autoconhecimento e por conquência a lidar com situações como essa quando o líder não tem inteligência emocional para lidar com o estresse e a pressão. O autoconhecimento será essencial para lidar com a falta de inteligência emocional de um líder. Quanto mais você se conhecer, melhor saberá como agir nas situações difíceis do dia a dia. Nesse caso, recomendo este livro: Mind Over Mood: Change How You Feel by Changing the Way You Think - Dennis Greenberger PhD e Christine A. Padesky PhD. É um livro sobre terapia cognitivo-comportamental, atividades e que contribuirá muito para o seu autoconhecimento – em qualquer fase da vida. Está entre os mais de cem livros que já recomendei no blog.

Página 13 do livro: A forma como compreendemos nossos problemas tem um efeito em como lidamos com eles. 


Página 31 do livro: Se você tem dificuldade de identificar seus estados de humor, observe mudanças na tensão de seu corpo. Ombros contraídos podem indicar que você está com medo ou tenso; 




Página 165 do livro: Dar um tempo pode ser uma maneira eficaz de controlar sua raiva. Isso envolve a sua retirada de uma situação na qual você se encontra, quando os primeiros sinais de aviso indicam que sua raiva está ficando fora de controle. Dar um tempo ajuda você a recuperar o controle sobre si mesmo e sobre a situação. 

O uso eficaz de intervalos envolve o reconhecimento dos mais precoces sinais de que sua raiva está ficando de controle fora de controle ou de que está se tornando destrutiva. Você pode usar intervalos como os atletas os usam para reagrupar, estrategizar, relaxar ou simplesmente descansar. Seu intervalo pode ser tão curto quanto minutos ou tão longo quanto  horas. O intervalo não é utilizado para evitar a situação, mas, ao contrário, para abordar a situação a partir de um novo ângulo e com um novo início. O objetivo de cada intervalo é retornar à situação e passar por ela. 




Posts Relacionados:











Sabia que aqui no blog tem mais de 100 títulos que já li e gostei?


Quais assuntos e ou livros você gostaria de ver por aqui? Escreve aqui embaixo ou me manda nas redes sociais:

Instagram: @svdanielle

Facebook: @svdanielle 

Tik Tok: @sv.danielle

Facebook: @sobremarmita (Marmita: para levar para o trabalho e ou piquenique)

Facebook: @dsegundamao (Sustentabilidade)

Bom trabalho!




Abaixo banner da evino que é um anunciante aqui do blog. A evino é uma loja de vinhos online que oferece grandes descontos em produtos altamente compativeis. Venha experimentar um novo conceito de saborear o sabor da vida. Clica no banner e vai espiar!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para geladeira coletiva (Material de apoio exclusivo na Loja)

  1 - Lembre que ela é coletiva e não apenas sua:  Os bons hábitos de higiene e limpeza devem prevalecer em uma geladeira coletiva . Mas se você não tem bons hábitos de higiene e limpeza não se preocupe: sempre é tempo de aprender. Os relacionamentos melhoram quando todos respeitam o ambiente coletivo. 2- Armazene os seus alimentos em um espaço específico dentro da geladeira. Um alimento em cada canto, não: ok? Uma maçã em uma prateleira, um pote em outra e a garrafinha em outra: não é prático. Se todos os alimentos estiverem concentrados apenas em um canto da geladeira será mais fácil administrar a validade deles. 3 - Consuma apenas o que é seu!  Pode parecer estranho para alguns essa colocação mas para outros não! É muito comum uns consumirem os lanches dos outros sem permissão? Sim! Não deveria ser assim? Não! Mas sempre é tempo de aprender e ter atitudes melhores . Principalmente, na geladeira coletiva da empresa.  4 - Derramou algo? no mesmo momento: limpe. Cada um deve limpar

Regras para uso de geladeira coletiva? (Material de apoio exclusivo na Loja)

Tenho geladeira coletiva na empresa, precisa ter regras? Sim! As regras, por alguns motivos, são muito  importantes - aqui destaco dois deles: 1)  a cultura da empresa deve estar em todos os lugares (Regras fazem parte da cultura empresarial) e 2) para o bom andamento de qualquer atividade coletiva deve existir regras. Preferencialmente, que as regras sejam postas antes de começar "o jogo" para que todos entendam como devem se comportar. Ter um Guia de uso na porta da geladeira coletiva da empresa ou próximo a ela será útil.  Utensílios que estão à disposição de várias pessoas devem ter regras de uso e higiene caso contrário cada um agirá da forma que faz em casa. E dessa maneira não funciona pois cada ambiente deve ter suas próprias regras e que sejam para todos, principalmente, os ambientes profissionais . Sem regras: um ambiente como a cozinha pode ser um estopim para desavenças e essas desavenças, geralmente, acabam se estendendo para atividades do cotidiano de trab

Geladeira coletiva da empresa: não deixe comida velha!

Assunto que pode parecer um pouco estranho para alguns - já para outros nem tanto! É muito comum, inclusive, as empresas abolirem a geladeira em virtude dos maus hábitos dos colaboradores. Se você é a pessoa que esquece comida dentro da geladeira e nunca mais lembra até criar mofo: anote na agenda uma vez por semana fazer uma limpa ou melhor tenha um dia especial para fazer a limpeza em seus alimentos. Quem sabe todas as sextas-feiras, assim, não fica comida ruim na geladeira no final de semana. A geladeira da empresa é um utensílio coletivo que deve ser tratado com educação e cuidado por todos. Deixar os alimentos envelhecerem dentro dela é o verdadeiro descaso com o resto dos colegas. Não espere que um colega lhe avise que tem algo ruim seu na geladeira. A responsabilidade por manter limpo o que usa é de cada um. Assuma as responsabilidades que são suas e evite estresses desnecessários com os colegas ou com os superiores. Ambiente coletivo todos devem ser colaborativos