Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Marmita: Nhoque

  Para quem deseja se aventurar em uma receita nova para marmita essa é prática, rápida e deliciosa. Nhoque Ingredientes: - 800g de batata - 1 xícara de farinha de trigo - 1 ovo - sal a gosto Modo de Fazer 1) Cozinhe as batatas e amasse bem. Deixe esfriar. 2) Após as batatas esfriarem: misture todos os ingredientes: batata, farinha, ovo e sal. Até formar uma massa homogênea. 3) Divida a massa em 3 partes, faça rolinhos e corte em pequenos pedaços. Como mostra a foto. 4) Em uma panela grande, ferva 2 litros de água com sal. 5) Após a água ferver (ainda com o fogo ligado) coloque os nhoques aos poucos e deixe cozinhar até que subam à superfície. 6) Regue com o molho de preferência. Sugestão para o molho: - 5 tomates - uma colher de azeite de oliva - 4 folhas de manjericão Modo de Fazer: Bata no liquidificador os tomates, e uma colher de azeite de oliva. Despeje em uma frigideira e leve ao fogo até a água reduza. Desligue o fogo e acrescente as folha

Livro: Mafalda Inedita

Para quem não conhece a história dos quadrinhos da Mafalda eles foram feitos entre 1964 e 1973. E nessa quase uma década de histórias existem algumas que não foram publicadas em livros anteriores. Como não poderia deixar de ser essa edição inédita também traz reflexões sobre a história Argentina e mundial da época. As histórias em quadrinhos da Mafalda e sua turma são interessantíssimas e ensinam muito até hoje, principalmente, para quem não viveu aquela época. O livro é todo em preto e branco e ao longo dele existem explicações da história da época enquanto as tirinhas eram escritas. Se você não conhece Mafalda e gosta de história vai amar essa edição. Livro: Mafalda Autor: Quino Compilação: Alicia e Julieta Colombo Editora: Ediciones de la Flor  Número de páginas: 116 ISBN: 950-515-664-2 Ano da Edição: 1988 Posts Relacionados: Livro: Tenemos que Hablar Livro: A parte que falta Não deixe de ler Livro: Maus Livro: Todo superadas

Dia do Professor!

Dia do professor dia 15/10 - o que a sua empresa está pensando em fazer para comemorar esse dia? Essa é uma data comemorativa que pode e deve ser muito bem trabalhada para exaltar a importância dos professores para uma sociedade.  Se a sua empresa trabalha com algum tipo de alimentação quem sabe fazer kits (pequenas lembranças) para ajudar mães e pais e enviarem um presente aos professores do (s) filho (s).  Fazer cartazes para a loja física e banners para loja virtual exaltando esse dia ou fazer uma semana para homenagear os mestres pode ser uma estratégia eficaz. Para que vende produtos para casa, ou construção quem sabe oferecer um desconto aos professores nesse dia ou durante a semana? Ouvimos muitas pessoas dizerem que nos EUA as datas comemorativas são lindas e que vendem bem, porém é possível observar que por lá as datas são trabalhadas com afinco e a  maioria dos comerciantes de serviços ou de produtos fazem ações.  O mais importante das datas comemorativa

Terceirizados: não olhem mais do que devem

        O terceirizado foi contratado para fazer um orçamento ou um trabalho - ele deve ter postura de um profissional que está ali para solucionar um problema. Sem perguntas indiscretas, risadinhas ou gracinhas fora de hora. A pessoa que foi contratada para fazer um trabalho deve ser e agir como um profissional. Ficar olhando e cuidando tudo o que tem dentro do lugar que o contratou é falta grave e merece não ser chamado novamente. Para ser gentil e ter educação não são necessários risos demasiados e nem conversas além da necessidade. Lançar olhares de desejo para as pessoas que estão no recinto é totalmente inadmissível e se chama: assédio. Os profissionais terceirizados que não se comportam da forma como devem é necessário que sejam excluídos da lista de profissionais pois não são. Mas e se a pessoa é um pouco "passada" e ainda sim faz o trabalho bem feito? Para ser considerado um profissional qualificado a pessoa deve seguir uma série de exigências e dentre

Trabalhar dá trabalho!

Uma frase muito ouvida: "Nossa! como trabalhar consome a pessoa". Sim! Trabalhar dá trabalho! Quanto antes a pessoa começar a se envolver em um ambiente profissional ; melhor! (mesmo que como aprendiz), pois esse profissional que está começando irá se familiarizar com o novo ambiente. Começar a trabalhar muito tarde dificulta pois o indivíduo pula a etapa de ser cobrado como um aprendiz e passa a ser cobrado como um profissional "atrasado". Trabalhar é algo que envolve diferentes e diversas atividades dentro da realidade de cada um. Mas comum a todos os profissionais existe a organização: com o tempo, com as atividades domésticas, com as atividades pessoais, com as atividades familiares e com as atividades profissionais. Gerir tudo isso é sim muito trabalhoso e demanda muito da pessoa. Considerando que um bom profissional é formado por todas essas atividades bem administradas, realmente, é muito trabalhoso. Mas quando a pessoa consegue perceber

Livro: A mente vencendo o humor

Esse livro poderia dizer que é um dos livros essenciais para ajudar nos dias mais difíceis. Eu comecei a usar no começo dos anos 2000 e ele é sempre atual. No título do livro ele já se apresenta com essa frase: "Mude como você se sente, mudando o modo como você pensa". E sim! os sentimentos estão totalmente ligados com a forma como pensamos. Os autores se basearam em Aaron T. Beck que foi o pioneiro no desenvolvimento da terapia cognitiva. Além disso ele foi incentivador ativo na construção desse livro para que ele fosse o mais útil possível aos pacientes . Usei a expressão: "comecei a usar" - porque é um livro que tem muitas espaços para preencher. Ele ensina o caminho e agente preenche conforme nossa vida no momento. Minha dica é preencher a lápis ou fazer cópias das páginas para ir apagando e usando novamente. Esse é um livro incrível e que deve morar na cabeceira da cama acompanhado de um lápis. É um livro para se usar individualmente, porta

Marmita leve

 Essa marmita é prática e rápida! Ingredientes - meia beterraba cozida cordada em cubinhos (pode trocar por cenoura) - meio pepino cru cortado em cubinhos - 4 tomates cereja cortados ao meio - 1 manga cortada em cubos - Duas fatias largas de chester cortado em cubos - 1 batata cozida picada em cubos Se preferir colocar um molho - um pote de iogurte natural  fica delicioso - Tempero a gosto! De preferência pouco sal. Use temperos naturais são muito saborosos. Posts Relacionados: Levar marmita para o Trabalho Marmita para o lanche do tarde Temperos fazem toda diferença na marmita Marmita: Nhoque Suco verde: melhor energético para marmita No meu instagram faço postagens sobre trabalho: Desenvolvimento profissional, livros, marmitas, mentoria, relacionamentos no trabalho e sustentabilidade! Me segue por lá:  @svdanielle No Facebook:  @svdanielle Meu canal do youtube:  Danielle SV Grupo no Facebook - Papo sobre Marmita! Clica no link e vem participar:  www.fac

As prioridades mudam!

Com o passar dos anos as prioridades mudam. E essa mudança acontece pois a vida nos proporciona experimentar novas atividades ou atitudes que mudam nossa forma de pensar e de agir. Com essa mudança de pensamento as prioridades também mudam. O mais importante é saber perceber que a mudança está chegando e ser maleável para seguir com novos planos e novas prioridades ou ainda  trazer a tona ideias que estavam guardadas. O planejamento ajuda muito na hora de mudar prioridades pois com essa organização o profissional está no comando de sua vida. Alguns profissionais tem vergonha e até medo de mudar as prioridades em virtude da crítica social. A sociedade: amigos, família, colegas de trabalho, vizinhos e todos aqueles que fazem parte podem dar palpites, fazer críticas vorazes mas ninguém sabe melhor da vida de trabalho do que o próprio trabalhador. Portanto, mude sim suas prioridades sempre que necessário! Quando perceber que uma mudança está por vir a receba de bom grado se

Autocrítica

Antes de fazer críticas vorazes sobre a vida profissional de alguém observe se a sua não tem os mesmos problemas ou ainda piores do que aquela pessoa que estava pensando em criticar. Olhar para si e fazer uma autocrítica antes de falar do outro faz parte do profissional que tem coerência. A autocrítica, também, é importante para a convivência com os colegas de trabalho. A pessoa que antes de expor sua opinião pensa e faz uma autocrítica é considerada pelos outros sensata e por isso é aquele colega confiável. Confiável para lhe pedir uma opinião sincera pois antes de emitir ela será ponderado e fará uma autocrítica para ver se aquilo que ele vai dizer é coerente. A pessoa que faz autocrítica é aquela que reconhece as suas vulnerabilidades e está sempre atento para os acertos e erros em suas ações. Portanto, é uma pessoa que inspira confiança para ajudar um colega em seu desempenho profissional, por exemplo.  Estar próximo de um profissional que tem autocrítico ajuda dem

Livro: Comércio Internacional e legislação aduaneira

      Rodrigo Luz aborda o comércio internacional e Legislação Aduaneira de forma didática. Ótimo livro para quem estuda comércio exterior, ou prestará concursos para área, ou, ainda, empresários ou futuros empresários que pensam em exportar e/ou importar. Esse foi um livro que usei muito na faculdade (sou Bacharel em Administração com ênfase em comércio exterior) para entender melhor alguns pontos da legislação. É um livro bem didático e como vocês podem ver na foto ele está todo gasto nas beiradas - foi o uso. Todas as fotos dos livros que publico por aqui são fotos feitas por mim dos meus livros: os que li e alguns manuseei bastante. Livro: Comércio Internacional e legislação aduaneira Autor: Rodrigo Luz Editora: Elsevier  Número de páginas: 464 ISBN: 978-85-352-6078-6 Ano da Edição: 2012 Posts Relacionados: Livro: Personal branding: Construindo sua marca pessoal Livro: História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI Livro: O Poder da Autorresponsabilidade Como ler mais

Pessoas inadequadas representando a marca

             A contratação equivocada de profissionais que não estão alinhados com a cultura da empresa é muito comum e pior ainda a permanência dessas pessoas, muitas vezes, é fomentada pelo líder . Se a pessoa não está alinhada com a cultura da empresa: não é o indivíduo certo para trabalhar ali isso quer dizer inadequado para aquele cargo. Se você tem uma marca ética que trabalha com pluralidade de pessoas e preza pela moral dentro das relações: a pessoa contratada deve ter esse mesmo pensamento também. Nada diferente disso pode ser aceito: caso contrário a marca não tem personalidade efetiva. Nesse caso alguns vão dizer: Nossa! mas aí é muito difícil encontrar pessoas para trabalhar. Sim! É difícil mesmo! Porém, se a cultura da empresa for esquecida porque é difícil arrumar profissionais com essas características - o líder nunca terá a empresa que deseja e estará sempre insatisfeito. E muitas vezes nem sabe o motivo! Líder, não admita menos do que a cultura da empresa

Quero ser chefe!

        Alguns profissionais observam o lugar do chefe e desejam estar ali para poder mandar. Mas ser chefe é isso? mandar nos outros? Bem longe disso! Ainda existem chefes que se acham os poderosos por poderem dar ordens aos seus empregados*? Sim! Sem dúvida. Porém, esse comportamento é obsoleto e desalinhado com a realidade atual. Logo depois que se deseja ser chefe é importante refletir os motivos pelos quais aquele cargo lhe parece interessante. Quais os atrativos que você imagina que existem nele? Esses atrativos estão alinhados com o seu propósito? O tempo que esse cargo vai ocupar em sua vida está de acordo com suas expectativas? Você deseja montar uma equipe para oferecer melhores resultados? você acha que pode fazer melhor do que o atual chefe faz?  Desejar um cargo apenas pelo "poder" que ele oferece é uma atitude equivocada pois o poder não será suficiente para fazer um trabalho de qualidade e formar profissionais competentes. Ser chefe é bem diferent

Pesto para Marmita

O pesto é um molho muito gostoso para ter em um pote na geladeira e usar nas marmitas diárias. Cada um tem o seu paladar então coloque pesto onde você gostar mais: macarrão, pão, biscoito, torradinhas, saladas etc. Molho Pesto Ingredientes: - 250 ml de azeite de oliva - 100 g de queijo parmesão - 2 dentes de alho - 15 g de folhas de manjericão fresco - 25 g de nozes Modo de fazer: Coloque no liquidificador todos os ingredientes e bata. Eu não gosto muito moído então deixo ele mais grossinho como mostra a foto mas é possível bater bastante para não ficar nenhum pedaço. Se ele secar um pouquinho ao bater coloque mais azeite de oliva aos poucos para não ficar muito forte. Para guardar eu uso um potinho de vidro ou um Tupperware  na geladeira. Posts Relacionados: Levar marmita para o trabalho Alimentação X Desempenho Profissional Lasanha de Berinjela 5 Motivos para Planejar e Organizar Refeições e Lanches Marmita para café da manhã No meu

A cultura da empresa e a equipe da linha de frente

    A cultura da empresa ainda fica muito entre gerentes e supervisores, porém pouco chega desse assunto na equipe de linha de frente . A cultura empresarial é composta pelo propósito, pelos valores daquele lugar e pela missão de entregar o prometido ao cliente. Mas esse assunto ainda está muito no mundo da teoria entre gerentes e supervisores e pouco discutido com quem atende o cliente diretamente. Mas aqui não me refiro a meia duzia de treinamentos por ano para explicar o que significa cada um dos itens do propósito da empresa. Transmitir a cultura de forma adequada e diária para equipe por intermédio de gerentes e supervisores além do acompanhamento constante de treinamentos . São os gerentes e supervisores que serão encarregados de mostrar no dia a dia qual o significado daquelas palavras bonitas que estão em um código de ética por exemplo. São eles que irão demostrar de forma ativa como se faz um bom atendimento e como o cliente gosta de ser tratado. Em boa part

Profissional que inspira

            Ter um ou mais profissionais que inspiram é ótimo para vida profissional , principalmente, porque aprendemos muito com eles. No entanto, é necessário saber distinguir se todas as ações daquele profissional são exemplos a serem seguidos. Senso crítico é essencial para esse momento. Existem profissionais que são exemplos de boa conduta e profissionalismo, porém existem outros que de modo geral seriam exemplo mas algumas ações muito inadequadas deturpam o que poderia ser uma boa imagem. Ser bom observador e saber distinguir essas nuances é importante. Por exemplo: o profissional é super "boa gente" mas não leva muito a sério o compromisso com os documentos dos funcionários (carteiras de trabalho atrasadas, salários pela metade, combina um dia para pagar e nunca cumpre, cobra empenho mas não paga hora extra, presenteia com brindes e acha que está tudo bem etc.). Será que a palavra "boa gente" é adequada para uma pessoa assim? nesse momento p

Celular na hora do trabalho pode?

Celular na hora do trabalho pode? isso vai depender das regras da empresa e essas regras não tem haver com o número de colaboradores e sim com a organização da empresa. Uma empresa com um funcionário pode e deve ter regras claras até porque provavelmente o gestor deseja o crescimento do negócio. Então faça regras clara! Se a empresa é meio bagunçada, as regras não são claras e sim subentendidas será mais difícil manter uma ordem por muito tempo. Mas celular na hora do trabalho, principalmente, no varejo não é uma boa ideia. Em algumas empresas o celular é terminantemente proibido em horário de trabalho principalmente aquelas que trabalham com alimentação.  Porém, considerando que estamos na era dos aparelhos eletrônicos deixe alguma atividade que essa pessoa possa fazer enquanto não está atendendo nenhum cliente. Atividades que estejam dentro de suas funções, obviamente. Se enquanto aguardam os clientes os funcionários conversam uns com os outros: é ótimo desde que nã

Pró-ativo?

        Em muitos anúncios que buscam colaboradores é muito comum constar a palavrinha que parece mágica: ser pró-ativo!  Mas o que significa ser pró-ativo? Ser pró-ativo é antecipar futuros problemas, necessidades ou mudanças para o bom desempenho da sua atividade.  Porém, a pró-atividade é muito confundida com quantidade de tarefas terminadas, com pessoas falantes, agitadas, populares e/ou ágeis. Isso não é pró-atividade. Uma pessoa que faz  uma quantidade volumosa de tarefas por dia e não pensa na influência e nas consequências delas em curto, médio e longo prazo não é um pró-ativo e sim um fazedor de tarefas. Isso quer dizer ansioso para fazer quantidade de tarefas mas muitas vezes não entrega qualidade. Fato é que: na maior parte das vezes, o pró-ativo pensa na qualidade do que está entregando até porque ele é um antecipatório.  Um profissional pode ser calmo, lento, tranquilo e ser pró-ativo. Portanto, é necessário pensar em quais atividades esse profissional q