Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2020

Livro: As coisas que você só vê quando desacelera

Esse é um livro leve e agradável daqueles bons para ler em dias mais conturbados ou naqueles que estamos querendo desacelerar e ficar mais tempo com agente mesmo!Eu gosto muito de ler e trazer para o blog títulos como esse pois acho que eles agregam indiretamente em um dia de trabalho. Eles cooperam para que estejamos mais tranquilos internamente o que reflete na vida profissional e em como tratamos as pessoas ao longo do dia.Nele você encontra frases e assuntos curtinhos que podem ser lidas um pouco antes de começar um dia de trabalho isso quer dizer é ótimo, inclusive, para criar o hábito da leitura que é tão importante para o desenvolvimento profissional.Aqui no blog tem dezenas de livros que já li e indico e se você quiser ver uma resenha desse livro no blog Mãe Literatura  tem uma resenha completinha sobre ele.Livro: As coisas que você só vê quando desacelera  Autor: Haemin Sunim Tradução: Rafaella Lemos Editora: Sextante  Número de páginas: 256  ISBN: 978-85-431-0529-1 Ano de edição: …

Recolocação Profissional em tempos de pandemia

Objetivos claros e estratégias diferentes daquelas que são usadas em um momento sem pandemia ajudarão o profissional nesse momento. As redes sociais podem ser a porta de entrada para uma nova vaga de emprego, porém elas também devem estar organizadas para esse objetivo.
Saiba o que está buscando para que possa ser mais objetivo nos contatos com as empresas e não apenas mais um. Observe as suas redes sociais e se elas estão condizentes com o profissional que você é. 
Com objetivos claros e redes sociais atualizadas vá em busca das vagas! No currículo enfatize as características e/ou habilidades profissionais pertinentes ao cargo para o qual está se candidatando. Seja honesto ao enfatizar suas habilidades e não tente parecer o que você não é. 
Cada profissional deve criar a própria estratégia para recolocação profissional pois ela depende dos anseios de cada um. Não é recomendável enviar currículo para todas as vagas que existem sem nenhuma estratégia. Considere o que você deseja do trabal…

Retornar ao mercado de trabalho após os 40 anos.

Comece listando dez benefícios que a empresa contratante pode ter caso ela te contrate. Desses dez benefícios separe 3 deles que são seus diferenciais competitivos isso quer dizer aquilo que você se destaca do restante dos profissionais. Lembre: não se defina por seus fracassos e nem se restrinja pelos sucessos: ambos são importantes para o crescimento profissional mas não devem limitar ou definir o profissional. 
Fiz um planner exclusivo para você escrever suas 10 qualidades e 3 vantagens competitivas!  Clique aqui para imprimir o seu! Essa lista vai te ajudar a ver de forma mais objetiva suas características profissionais e mudar o que for necessário e possível.
As razões que te levam ao mercado de trabalho após os 40 anos podem ser diversas: evoluir na carreira, demissão, retorno após viagem etc. O mais importante desse retorno é ter consciência de seus pontos fortes e aqueles que deseja e/ou deve melhorar durante esse processo.
Procure empresas que tenham a ver com seus propósitos e s…

Má educação? Não admitimos!

Má educação? Não admitimos! Essa resposta deve ser clara para todos. Quando um colaborador é mal educado com o outro ou com o líder ou vice versa: atitudes como essa não devem ser negligenciadas. Isso quer dizer: fingir que não viu! Nem pensar! Outra situação: o cliente pode ser mal educado com um colaborador? Não! Assim como o colaborador não pode ser mal educado com o cliente.
Detalhe importante: a má educação não é estancada, também, com má educação. Gentilmente, o líder deve se impor e advertir verbalmente o mal educado. "Fulano, essa sua atitude não é adequada e nem admitida em nosso ambiente de trabalho: peça desculpas para o colega." Advirta até no máximo três vezes verbalmente à partir daí deve ser formalizada por escrito.
Considerando, que a má educação seja feita pelo cliente dirigida a um colaborador? Também, deve ser resolvida com educação e gentileza no mesmo momento: " O líder deve se aproximar do ocorrido e se dirigir ao cliente dizendo: "tudo bem? com…

Cuidar do psicológico não é frescura

Cuidar do psicológico não é frescura! Esse é um assunto que tento trazer para muitos dos meus posts aqui no blog. Se você está se sentindo emocionalmente abalado por algo ou mesmo sem saber o motivo: procure ajuda. Converse com uma pessoa de sua confiança e se não resolver procure ajuda profissional.
O lado psicológico e emocional deve estar equilibrado para que todas as outras áreas da vida estejam bem e em harmonia. Por isso, o psicológico é a base de tudo: estar bem por dentro para refletir e viver momentos bons. 
Procure ajuda sempre que achar pertinente! E se aquele amigo ou pessoa que você confia não levar a sério ou dizer que o que você sente é frescura, talvez, não seja a pessoa certa. E nem por isso você deve minimizar o que sente ou também pensar que é frescura! Siga em frente na busca por ajuda: não tenha vergonha. 
E se um amigo procurar você pedindo ajuda ou contando sentimentos que estão fazendo mal a ele: não minimize os sentimentos alheios. Ouça, converse, não trate a pes…

Honestidade não é vantagem! É obrigação!

Honestidade não é vantagem! É obrigação! Quantas vezes já ouvi: "mantenho determinado colaborador porque pelo menos ele é honesto". Não gente! Completamente equivocada essa colocação. Profissional bom é aquele que é honesto. Não existe meio honesto e menos ainda manter alguém incompetente porque é honesto.
Vamos analisar a frase "mantenho determinado colaborador porque pelo menos ele é honesto": aqui a honestidade está sendo tratada como uma vantagem daquele profissional mas é necessário entender que honestidade não é vantagem e sim obrigação. Enquanto ela for tratada como vantagem essa relação não mudará. Se o profissional é incompetente isso quer dizer não tem as habilidades e competências necessárias para aquele cargo ele deve ser treinado de forma adequada, alocado em outro posto ou dispensado.
Ser honesto é obrigação isso quer dizer não deve estar na lista das vantagens daquele colaborador ou daquele líder. Se for tratado assim é possível que se tenha um ou mais…

25 anos de pura descoberta

Os vinte poucos: que podemos dizer que vai até os 25 anos? Pode ser! Essa é a primeira etapa da vida profissional. Alguns começam cedo e já estão fazendo quase 10 anos de trabalho, outros começaram faz pouco e outros ainda nem começaram mas vamos focar em quem começou a trabalhar por volta dessa idade. É um período de pura descoberta! Em que as dinâmicas profissionais se apresentam e cada um escolhe o caminho a seguir.
Tem os que não se envolvem com nada (fazem tudo "direitinho" e nada mais), tem os pró-ativos (que vão além e descobrem cedo que são bons no que fazem), tem a turma da fofoca (que vive preocupada com a vida do colega ou do chefe e disseminando falsas mensagens pelas empresas) e por aí vai! Mas é por volta dessa fase que o profissional se identifica com uma dessas turmas ou não se identifica e segue carreira solo. É uma fase de descobertas, mudanças e muitas inseguranças.
Porém, geralmente, é uma fase leve da vida! Uma fase, poderia dizer, mais destemida? Destemid…

Autonomia = Liberdade de escolha

Ser protagonista da própria vida profissional esse movimento é o que levará de encontro a autonomia que é igual a liberdade de escolha. Protagonista da própria vida profissional é pensar mais no próprio propósito de vida e ir de encontro a ele. Mirar nas soluções e não nos problemas! Autonomia nem sempre quer dizer trabalhar para si ou ser empreendedor! O profissional pode trabalhar em uma empresa, gostar e ser bem sucedido dentro daquilo que ele entende como sucesso e ter autonomia. Autonomia tem a ver com saber o que se quer, como vai ser chegar lá e ir em busca focando em objetivos e não em problemas.Quando o profissional sabe o que deseja com precisão de: como, porque e quando - saberá o seu propósito, terá autonomia e consequentemente liberdade de escolha. Se faça algumas perguntas e reflita sobre elas: O que você deseja com o seu trabalho? Que mudanças quer causar em si e na sociedade? O que você entende por propósito de vida?Assuma as responsabilidades e tome decisões em prol do…

Livro: Decida vencer: enriqueça com a melhor fórmula de sucesso de todos os tempos

Decida Vencer é um livro leve e de leitura rápida onde o autor que é empreendedor relata um pouco do seu método cujo nome é poderosamente. Os capítulos são voltados para ajudar o leitor a ter pensamentos, atitudes e crenças em direção a prosperidade. Essas são as atitudes que o próprio autor tomou para vencer o que ele chama de: obstáculos da vida. 
Esse é um dos livros que ganhei de presente! Gosto de ler diferentes tipos de livros, principalmente, os que relatam o modo como o autor lida ou lidou com a vida profissional. Acho um livro interessante porque sempre aprendemos algo com o relato da experiência de outra pessoa.
Livro: Decida Vencer: enriqueça com a melhor fórmula de sucesso de todos os tempos Autor: Eduardo Volpato Editora: Editora Gente Número de páginas: 208 ISBN: 978-85-452-0389-6 Ano da Edição: 2020
Posts Relacionados:
Livro: Personal branding: Construindo sua marca pessoal

Livro: História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI

Livro: Estúpida, Eu?

Livro: O Poder da Autorre…

Valorize os momentos que parecem simples e corriqueiros

Valorizar os momentos profissionais que parecem simples e corriqueiros é uma forma de ser grato para si daquilo que conquistou. Grato pela própria jornada! A vida profissional, muitas vezes, vira uma roda viva de deveres, tarefas e compromissos e esquecemos de olhar para dentro de si.
Os pequenos momentos os quais me refiro aqui são aqueles em que o profissional começa o dia com objetivo, quando no decorrer do dia tem aquela conversa boa com um cliente, com um colega de trabalho, com a equipe, quando no final do dia colhe os louros do descanso depois de um dia agitado.
Valorizar a si: cada projeto começado e terminado com dedicação, quando um cliente indica a empresa ou o seu trabalho para outra pessoa, quando se exercita a paciência com êxito e louvor, quando a educação e a gentileza prevaleceram em um dia inteiro de trabalho, quando recebe de bom grado um elogio sincero, quando a organização exercitada dia após dia é recompensada com melhor produtividade, quando se consegue olhar para…

Um dia de cada vez

Nessa pandemia para manter a vida em ordem: corpo e mente saudáveis é importante viver um dia de cada vez! É benéfico planejar e levar adiante os planos profissionais? Sim! Sem dúvida! Siga adiante. Mas é importante, também, considerar o momento atípico que vivemos.
Considerar que dentro do planejamento irão surgir mudanças, talvez, mais constantes do que de costume. Porém, essas mudanças são, muitas vezes, emocionais e relacionadas ao momento de instabilidade mundial. Estamos todos envolvidos por uma névoa de acontecimentos distintos e trágicos que de uma forma ou de outra irão afetar a vida profissional.
Faça os planos mas esteja preparado para acolher os momentos de baixo astral que estarão no caminho e talvez sejam mais comuns do que antes. A instabilidade é tanta que o momento merece um olhar menos crítico para vida cotidiana: cada um a seu modo e dentro de sua realidade.
Se acolha! Esteja presente no momento! Não se cobre mais do que é possível naquele dia! Um dia de cada vez.
Posts…

Esqueço todos os meus projetos até a pandemia passar?

Esqueço todos os meus projetos até a pandemia passar? Vontade não está faltando! Mas não! esquecer de tudo e retomar apenas no final da pandemia não é nada bom. Levanta, sacode a poeira e começa a organizar.
Dos projetos profissionais que estavam em andamento quais são possíveis continuar? Ou começar? Ou melhorar? Vontade de desistir, sem dúvida, vai aparecer muitas vezes durante a pandemia! O importante é acolher os dias que não são tão bons mas assim que possível se recuperar e retornar com as atividades importantes.
Quem sabe nessa pandemia apareceu uma nova ideia! Apareceu? é possível colocar em prática? ou começar a colocar em prática? Tente não criar muitos empecilhos na execução porque o momento requer que se trabalhe com o que se tem. Não espere! Comece já!
Posts relacionados:
E se?

Voltar ou não para o escritório?

O começo da reflexão para mudança

Adequar a vida profissional para uma nova realidade

Assuma as responsabilidades sobre os resultados

No meu instagram faço postagens sobre t…

Não espere!

Sabe aquela ideia profissional que você tem a anos que vira e mexe está pensando nela? Não espere! Comece! Comece de onde você está e com o que você tem. Você só saberá se é possível e viável se tentar com dedicação.
Essa premissa de não esperar é válida para o que você estiver pensando de ideia profissional. Muitas vezes o que o profissional quer nem é mudar de empresa mas dar ideias no lugar onde ele está mas fica com medo. Não fique! Pense como irá fazer e faça! Converse e troque ideias com alguém de sua confiança e vá em frente.
Esperar as coisas acontecerem não ajuda no desenvolvimento profissional. Se desenvolver profissionalmente é ser pró-ativo: pensar a ideia, os reflexos que ela terá em sua carreira (antes, durante e depois) e colocar em prática. Essa ideia não precisa começar de forma perfeita ela pode ir se moldando ao longo do percurso. Não espere a perfeição!Aja!
Posts Relacionados:
A vida profissional é uma maratona

Saber pedir ajuda.

Paciência!

Sempre dê o melhor de si

Fui dem…

A vida profissional é uma maratona

A vida profissional é uma maratona e não cem metros rasos, isso quer dizer, é necessário treinar sempre todos os dias incansavelmente e tentar se auto superar a cada desafio. É trabalho duro e constante com foco no ou nos objetivos.
Perceba que competir uma maratona é um objetivo claro: o profissional sabe o que vai acontecer, onde vai acontecer, quando vai acontecer e como ele vai fazer para chegar preparado até lá. Chegar em um objetivo é assim! Saber claramente qual é o objetivo, ter um tempo específico para começar e para terminar e o mais importante: como se chegará até lá. Treinar duas vezes na semana é suficiente? Depende do objetivo! Quanto maior ele for mais trabalho constante será necessário.
Então se você tem um objetivo é um começo mas o resto?  Como você chegará até lá? quanto tempo tem para esse trabalho? Está disposto a ser incansável em direção ao objetivo ou na primeira "dor na perna" vai abandonar e dizer que não é para você? Esteja preparado para trabalhar m…

Falar mal dos colaboradores é coerente?

Com frequência se ouve chefes falando mal de seus colaboradores com outros colaboradores e com outras pessoas, inclusive, de fora da empresa. Essa atitude faz sentido? é coerente? Visto que o chefe é o responsável pela contratação da equipe?
Vamos esclarecer algo importante: a responsabilidade pela formação da equipe de quem é? do chefe do setor mesmo quando a empresa tem RH exclusivo para contratação e treinamento porque quem passa as diretrizes para nova contratação é ele ou são eles que opinam. Se quem contratou ou ajudou a contratar é chefe como ele pode falar mal dos colaboradores? Ajudando ou não na contratação a responsabilidade pelo desempenho da equipe é dele.
Quanto antes chefes entenderem que a responsabilidade pelo desempenho da equipe é deles mais eficientes serão os treinamentos. Quanto antes entender que falar mal só mina os relacionamentos e ainda é um demérito para a própria competência melhor serão os diálogos.
Não fale mal de sua equipe jamais! Se você acha que existe …

Ser e parecer honesto

Ser honesto é muito importante na vida profissional, infelizmente, é quase um diferencial de algo que deveria ser o básico ou o indispensável. Mas não basta ser honesto deve parecer honesto! 
Primeiro vamos esclarecer o que é honestidade profissional: é a qualidade de quem se enquadra dentro das regras éticas sociais. Outro ponto importante: nem sempre quem parece honesto profissionalmente o é! Porém, todos que são honestos devem parecer - exatamente para distinguir os profissionais. 
Vou contar um história para vocês: em uma determinada empresa (no segundo dia de trabalho de um colaborador)  ele percebeu que alguns colegas sumiam logo após o almoço. Horário esse que o chefe não estava na empresa. Então perguntou para um dos colegas que não sumia se estava tudo bem com os que sumiam! 
Para surpresa do novo colaborador a resposta foi: "Sim, está tudo bem! É que eles se alternam para fazer uma soneca depois do almoço". O novo colega perguntou então: é? mas dentro do horário de ex…