Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Livro Branco

Relacionamentos vazios equipes difíceis

As empresas, hoje em dia, se parecem com um ônibus: cada passageiro fazendo a sua atividade, com um cobrador e um motorista. Fazendo o paralelo com a realidade empresarial seria: a equipe (os passageiros) cada um na sua de preferência com seus aparelhos eletrônicos, o gestor (cobrador) pois ele só cobra e não exerce a atividade de facilitador que seria um líder e a direção (o motorista) que muitas vezes a equipe nem conhece ou que só aparecem quando as coisas andam mal.
Esses relacionamentos profissionais estão vazios: uns não se envolvem e menos ainda se preocupam com a atividade do outro. Sendo que a atividade de cada um complementa a do outro e é essencial para a máquina funcionar. Sendo assim, essas pessoas estão inseridas em um grupo e não fazem parte de uma equipe. 
Os líderes que deveriam ser entrosadores da equipe e com isso facilitadores do trabalho para que os objetivos sejam alcançados é um grande cobrador de metas. 
E assim as empresas vão crescendo ou sumindo envoltas em…

Boletim Remo: nº91

Inovação: Professor de Física.

hecão: